Pelourinho

Páginas: 40 (9849 palavras) Publicado: 2 de julho de 2014
HAOL, Núm. 14 (Otoño, 2007), 35-47

ISSN 1696-2060

A RESTAURAÇÃO DO PELOURINHO NO CENTRO
HISTÓRICO DE SALVADOR, BAHIA, BRASIL.
POTENCIALIDADES, LIMITES E DILEMAS DA
CONSERVAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS. HISTÓRIA,
CULTURA E CIDADE
Sílvia Helena Zanirato
Universidade Estadual de Maringá, Brazil. E-mail: sizani@uol.com.br
Recibido: 7 Marzo 2007 / Revisado: 9 Abril 2007 / Aceptado: 17 Abril2007 / Publicación Online: 15 Octubre 2007

Resumo: O objetivo deste artigo é analisar
alguns aspectos do processo de restauração do
Pelourinho, ocorrido entre 1992-1993. Em
especial, procura mostrar que a intervenção
efetuada pelo governo baiano priorizou o
conjunto arquitetônico, em detrimento do social.
Os moradores daquele espaço foram excluídos
enquanto participantes do processo econsiderados inconvenientes para permanecer
no local. O questionamento dos antigos
moradores ao modo como ocorreu a restauração,
é parte intrínseca dessa história.
Palavras Chave: cidade, patrimônio cultural,
memória.
______________________
“O povo aqui é um povo guerreiro, sofrido
desde sempre; desde quando os escravos
estavam aqui. Quem ficou é que sustentou os
imóveis com a própriacaloria do corpo, que
retirou a umidade do imóvel. Esse povo não é
lembrado. Não tem nem mesmo o direito de
andar aqui dentro”
(A.R.. ex-morador do Pelourinho).
1. O ABANDONO

O

Largo do Pelourinho, situado no centro
da cidade de Salvador era, no início do
século XIX, o local onde os escravos
eram supliciados. Nesse espaço de igrejas
majestosas e casarões imponentes, de ruas
estreitas,calçadas com pedras e de traçado
irregular, moravam senhores de engenho,
desembargadores e grandes negociantes
(Matoso, 1992).

© Historia Actual Online 2007

As moradias, sobrados de três a cinco andares,
em estilo colonial português, foram edificadas
num tempo em que todo o serviço de
abastecimento de água e de limpeza, como o
recolhimento de dejetos, era feito pela
escravaria. Aextinção da escravidão e as novas
formas de organização familiar e de concepção
de moradia, com exigências de areação,
saneamento básico e arborização, levou os
moradores a migrarem para outros bairros, onde
havia mais espaço para a administração da
residência.
O deslocamento populacional ocorreu entre
meados e fins do século XIX. Os bairros
distantes do centro passaram a ser optativos eatraentes em função da consolidação dos meios
de transporte coletivo na cidade (bonde sobre
trilhos, bonde elétrico, ônibus, etc.). O centro de
Salvador foi gradativamente abandonado pelas
classes privilegiadas e seus casarões passaram a
ser locados a grupos de renda mais baixa,
profissionais liberais, pessoas ligadas ao
pequeno comércio. Aos poucos, essa população
também foi deixando demorar nesse espaço e
não tardou para que aparecessem os sinais de
desinteresse na preservação dos imóveis,
percebidos em suas fachadas e interiores
(Espinheira, 1971: 9).
Os imóveis passaram a ser subdivididos em
cômodos e sublocados a preços mais baratos, o
que levou à ocupação da área por pessoas com
baixo poder aquisitivo. A superlotação dos
cômodos, aliada às dificuldades com oabastecimento de água, constituíam fatores para
a deterioração do local, no tocante à limpeza e
higiene.
35

A restauração do Pelourinho

A partir da década de 1950 a região foi ainda
mais afetada em função de algumas obras
públicas, como túneis e avenidas, que ligaram a
parte baixa da cidade com a parte alta,
dispensando a passagem pelo centro onde se
encontrava o Largo do Pelourinho.Acrescido a
isso, todo o aparato administrativo, que antes se
situava no centro da cidade, foi deslocado para a
zona Norte. Nesse período ocorreu ainda a
montagem de um parque industrial na área
metropolitana de Salvador, com a instalação da
Petrobrás (em 1947), do Centro Industrial de
Aratu (1967) e do Pólo Petroquímico de
Camaçari (1978). A industrialização instigou a
migração de diversos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • pelourinho
  • Pelourinho
  • pelourinho
  • Pelourinho
  • Identificação de um pelourinho
  • Roteiro Pelourinho
  • Abandono do pelourinho
  • A História do Pelourinho

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!