Pascal

Páginas: 6 (1278 palavras) Publicado: 11 de agosto de 2013
Blaise Pascal

Pascal soube separar a ciência em si, do ser humano, e não aceitou o matematicismo de Descartes, como reducionismo em relação à realidade humana. O coração tem razões que a própria razão desconhece e por isso a ciência e a técnica sempre ficará aquém; é difícil dar uma resposta definitiva quando o assunto é o homem. A defesa da riqueza humana consiste justamente em aprofundar emaspectos individuais e sociais que estejam de acordo com o real, sem esgotar o diálogo que cada um tem consigo mesmo e com o outro.( a obs em Descartes se faz pelo racionalismo marcante do pensador)
Contrapondo a Descartes, com a frase “Sinto, logo existo”,(e não “penso,logo existo”) descobre-se um pensamento a partir do “coração”, não mais a partir da razão, isto é dizer que, o sentimentotambém é um pensamento, pois ele discrimina o tempo todo, através de juízo de valor, quando avalia: isto é bom aquilo é ruim, gosto disso não daquilo, isso é bonito, aquilo não. O filósofo Blaise Pascal com sua famosa frase “O coração tem razão que a própria razão desconhece”, já indicava a racionalidade do “coração”, dando até um estatuto superior ao da razão. A razão julga o tempo todo, o coraçãosepara o tempo todo, isto é escolher.
Mais por que a razão não nos basta? A razão não basta por que ela é fria, calculista, separa é nossa parte máquina, o coração é quente, agrega, une, cuida, é nossa parte humana, por isso ele, o coração sabe mais que a razão. O sentimento é nosso único acesso ao mundo, isto é dizer que apesar de outras formas de acesso, a razão é uma delas.
O sentimento abreportais para um viver em plenitude, pois somente através dele podemos realmente sentir a vida, vivê-la em profundidade, e não na superfície, pelos sentidos, podemos viver momentos intensos e raros.

O pensar, ou melhor, o livre pensar, liberta o homem de muito erro e ignorância, mas ele só consegue obter um pensamento equilibrado, quando ele consegue unir, razão e sensibilidade, a partir da razão edo coração, ele pode ver o mundo, a vida e as pessoas com outro olhar, o de cuidado de si e do outro.

O cientista só usa a razão e o sábio o coração, este é mais feliz entende e aceita a vida como ela é, aquele busca mudar a vida, a natureza e o homem, para viver a vida, que ele ainda busca saber o que é.
A razão está dominada pela imaginação, mestra de erros e falsidades, e que nos enganaprecisamente porque o seu engano não é sempre o mesmo. Ela possui o grande dom de persuadir os homens. Por outra parte, a razão tem uma voz agradável, mas é incapaz de dar um preço as coisas. A imaginação não pode fazer sábio aos néscios, mas os faz felizes; ao contrário da razão, que não pode fazer mais que desgraçados aos seus amigos; por um lado os cobre de glória, outras de vergonha.
         Se Pascal merece ser estudado, é porque viveu intensamente situações que fazem o homem lembrar-se de quem é: a morte prematura da mãe, a vida mundana após a morte do pai, o convívio com os pobres, a doença, o diálogo com os demais, a busca da verdade de modo aberto e profundo dentro do universo infinito e da sua totalidade.

Jean-Jacques Rousseau

A definição da natureza humana é um equilíbrioperfeito entre o que se quer e o que se tem. O homem natural é um ser de sensações, somente. O homem no estado de natureza deseja somente aquilo que o rodeia, porque ele não pensa e, portanto, é desprovido da imaginação necessária para desenvolver um desejo que ele não percebe. Estas são as únicas coisas que ele poderia "representar". Então, os desejos do homem no estado de natureza são osdesejos de seu corpo. "Seus desejos não passam de suas necessidades físicas, os únicos bens que ele conhece no universo são a alimentação, uma fêmea e o repouso".
Seus ideais naturistas eram baseados no conceito de que sentir seria sempre antes de pensar, do bem pensar. A felicidade passa a ser um sentimento e não um pensamento. E, mais ainda, é esse sentimento que conduz, organiza e direciona o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Pascal
  • Pascal
  • Pascal
  • Pascal
  • pascal
  • pascal
  • Pascal
  • Pascal

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!