Paródia e Paráfrase

Páginas: 95 (23703 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
http://groups-beta.google.com/group/digitalsource

Série Princípios

Affonso Romano
de Sant’Anna

PARÓDIA,
FARÁFRASE
& CIA
7ª edição
5ªimpressão
editora ática

Direção
Benjamin Abdala Junior, Samira Youssef Campedeili

Preparação de texto
José Pessoa de Figuelredo

Projeto gráfico (miolo)
Antonio do Amaral Rocha

Arte-final
René Etiene Ardanuy
Joseval de Souza FernandesCapa
Ary Normanha
Agradecemos a Jiro Takahashi
a sua psrticipaçào no projeto inicial
das séries Princípios e Fundamentos.

ImpresstoeAcabento

Lis Grfica e Editora lida
ISBN 85 08 00703 5

2003
Todos os direitos reservados pela Editora Ática Rua Barão de Iguape, 110—CEP 01507-900
Caa Post 2937- CEP 01065-970 São Paulo—SP
Tel.:0XX113346-3000-Faco)0(113277-4146
lnternethtlp/www.atica.m.br
e-mail: editora@atica.com br

Sumário
1. Introdução

5

2. Proposições

7

3. Paródia

11

Considerações iniciais
Significados
Paródia e estilização: paralelos

11
12
13

4. Paráfrase

16

Considerações iniciais
Paráfrase e tradução
Equívocos
Pareceres de lingüistas e filósofos

16
18
19
20

5. Pausa para exemplo e outras anotações

23

6.Polarizações e modelos

27

Paródia e paráfrase: uma oposição forte
A questão das vozes
Paródia e representação
Constatações

27
29
30
32

7. Reformulando Tynianov e Bakhtin

34

Retomando o fio da meada
Proposta de um primeiro modelo

34
35

8. A noção de desvio
Proposta de um segundo modelo

38
41

9. A apropriação

43

Uma técnica de configurações

43 Conteúdos
Proposta de um terceiro modelo

46
47

10. Aplicações e novas observações
Dois exemplos de apropriação
Jorge de Lima: um enigma finalmente esclarecido

51
51
54

11. Manuel Bandeira:
uso e abuso da intertextualidade
A tradição refeita
Peculiaridades

60
60
62

12. Intertextualidade: literatura e a questão do desvio65
O comum no literário
O literário no comum
Umailustração didática
A cozinha jornalística

66
67
69
71

13. Automatização e desautomatização cultural

73

Cinema e outras seções
Abrindo os baús...
Carnavalização

74
76
78

14. Concluindo e indagando
Exemplos clássicos
Um problema epistemológico
Uma questão aberta

81
83
85
87

15. Vocabulário critico

91

16 Bibliografia comentada

95

1
Introdução
Você vaicomeçar a ler um ensaio não muito conven imprenscional. Ao
invés de apresentar aqui questões resolvidas e definidas, estou levantando
diversos pontos para serem repensados. Até hoje, por exemplo, estudou-se
a questão da paródia como algo isolado. Como se fosse um efeito solto
entre os demais. Na melhor das hipóteses, um ou outro estudioso a
comparou
com
a
estilização.
Pois
bem.
Escrevendo ereescrevendo este texto há mais de anos, me pareceu que a
paródia só pode ser estudada se, no mínimo, a estudarmos ao lado não só
da estilização, mas também da paráfrase e da apropriação.
Para tanto apresento diversos modos e modelos de articular esses termos
numaanálise de textos. O aluno (ou professor) pode escolher vários
modelos com que trabalhar. Esses modelos são pontos de partda e nãopontos de chegada. Exatamente como eu dizia num livro anterior___
Análise estrutural de romances brasileiros. Por isto meu texto vai e vem e
não teme incorrer em excessos. Recordo meu erro, destaco as fraquezaz
críticas
e
procuro
avançar
exibindo
isto
ao
leitor.
Assim privilégio alguns autores como Manuel Bandeira, Oswald de
Andrade e Jorge de Lima. Quanto a

6
este, é importanteassinalar que só uma técnica de leitura como a que
propormos pode ajudar a resgatar de vez o enigma que até recentemente era
o Invenção de Orfeu. Por outro lado, este estudo não é só literário. Estou
interessado numa visão semiológica do problema. Por isto considero
também a moda, o jazz, a pintura clássica e moderna, a dança, a mímica, o
cinema, as estóriasem quadrinhos, a contracultura...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Paródia e Parafrase
  • intertextualidade parodia e parafrase
  • Paráfrase/ Paródia
  • Parafrase
  • Parafrase
  • Paráfrase
  • Paráfrase
  • Parafrases

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!