Oxigênio dissolvido

Páginas: 39 (9724 palavras) Publicado: 22 de março de 2013
CAPÍTULO 11



OXIGÊNIO DISSOLVIDO E MATÉRIA ORGÂNICA EM ÁGUAS







11.1. OXIGÊNIO DISSOLVIDO EM ÁGUAS 253
11.1.1. Fontes de oxigênio nas águas 253
11.1.2. Importância nos estudos de controle de qualidade das águas 256
11.1.3. Determinação da concentração de oxigênio dissolvido em águas 257

11.2. MATÉRIA ORGÂNICA EM ÁGUAS 260
11.2.1. Fontes de matéria orgânicanas águas naturais 260
11.2.2. Histórico das medidas de concentração de matéria orgânica em águas 262
11.2.3. Demanda bioquímica de oxigênio - DBO 263
11.2.3.1. Conceito 263
11.2.3.2. Importância nos estudos de controle de qualidade das águas 264
11.2.3.3. Considerações sobre a determinação de DBO 266
11.2.3.4. Modelo cinético da reação de DBO 27011.2.4. Demanda química de oxigênio - DQO 279
11.2.4.1. Conceito 279
11.2.4.2. Importância nos estudos de controle de qualidade das águas 279
11.2.4.3. Determinação da DQO 280
11.2.5. Carbono orgânico total 283
11.2.6. Demanda teórica de oxigênio 284
11.2.7. Remoção de matéria orgânica das águas 285

11.3. QUESTÕES PROPOSTAS 286

11.4. REFERÊNCIASBIBLIOGRÁFICAS 288


CAPÍTULO 11







OXIGÊNIO DISSOLVIDO E MATÉRIA ORGÂNICA EM ÁGUAS








11.1. OXIGÊNIO DISSOLVIDO EM ÁGUAS





11.1.1. Fontes de oxigênio nas águas



O oxigênio se dissolve nas águas naturais proveniente da atmosfera, devido à diferença de pressão parcial. Este mecanismo é regido pela Lei de Henry, que define a concentração desaturação de um gás na água, em função da temperatura:

CSAT = (.pgás

onde ( é uma constante que varia inversamente proporcional à temperatura e pgás é a pressão exercida pelo gás sobre a superfície do líquido. No caso do oxigênio, considerando-o como constituinte de 21% da atmosfera, pela lei de Dalton, a pressão exercida é de 0,21 atm. Para 20(C, por exemplo, ( é igual a 43,9 e portanto aconcentração de saturação de oxigênio em uma água superficial é igual a 43,9 x 0,21 = 9,2 mg/L.

É muito comum em livros de química, a apresentação de tabelas de concentrações de saturação de oxigênio em função da temperatura, da pressão e da salinidade da água. Na Tabela 11.1, apresentam-se alguns valores para a pressão de 760 mmHg.





Tabela 11.1. Concentração desaturação de oxigênio dissolvido em águas em função da temperatura e salinidade (à pressão de 760 mmHg).





| T(C |CONCENTRAÇÃO DE NaCl (mg/L) |
| |0 |10.000 |20.000 |
|5|12,8 |11,4 |10,0 |
|10 |11,3 |10,1 |9,0 |
|15 |10,2 |9,1 |8,1 |
|20 |9,2|8,3 |7,4 |
|25 |8,4 |7,6 |6,7 |
|30 |7,6 |6,9 |6,1 |


Fonte: AGUDO (1)



A taxa deintrodução de oxigênio dissolvido em águas naturais através da superfície, depende das características hidráulicas e é proporcional à velocidade, sendo que a taxa de reaeração superficial em uma cascata é maior do que a de um rio de velocidade normal, que por sua vez apresenta taxa superior à de uma represa, onde a velocidade normalmente é bastante baixa.
Outra fonte importante de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Oxigênio dissolvido
  • OXIGÊNIO DISSOLVIDO
  • Oxigenio dissolvido
  • Oxigênio DIssolvido
  • Oxigênio dissolvido
  • oxigênio Dissolvido
  • Oxigênio dissolvido
  • Oxigênio Dissolvido

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!