Outsiders: os processos migratórios nipônicos e brasileiros.

Páginas: 16 (3793 palavras) Publicado: 4 de março de 2013
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES

DISCIPLINA: SOCIEDADE E GEOGRAFIA JAPONESA

PROFESSORA: ELISA MASSAE

ALUNA: THAISE SUELLEN MAGALHÃES AMORIM – 2009.1.02325-11

 

 

 





   







 

 

 

 

Outsiders: Os processos migratórios nipônicos e brasileiros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

Rio de Janeiro

2013

Introdução

O presente trabalho é uma resenha feita a partir das leituras dos textos: “A imigração para o Japão”, “A Migração Japonesa na virada do século XIX ao XX para Ásia, Américas e Brasil” e o texto “Andorinhas Solitárias: As trajetórias de alguns jovens brasileiros entre o Japão e o Brasil”.

Este trabalho tem como título “Outsiders: Os processosmigratórios nipônicos e brasileiros”, pois o foco aqui são os processos migratórios inicialmente de japoneses para o Brasil e posteriormente dos brasileiros para o Japão.

O nome outsider foi uma referência ao termo utilizado pela autora Elisa Sasaki, em sua abordagem do “limiar outsider”: O ‘nikkei’ colocou-se diante do espelho do ‘japonês’ – por forças das circunstâncias objetivas e subjetivas deum dado momento – e isso provocou em ambos um estranhamento. Tal estranhamento vão se desdobrando à medida que se estabelecem relações de alteridade, sendo este a própria natureza da conferência da diferença, do ‘Outro’. Estas alteridades, por sua vez, se dinamizam à medida que os deslocamentos populacionais trazem novos desafios para a sociedade não só receptora, mas também na de origem, alterandoas flutuantes configurações em que o forasteiro é sempre mais fácil de ser acusável de qualquer coisa, carregando assim um estigma (de migrante, estrangeiro, outsider) que o próprio portador estranha (SASAKI, 2OO8).

Me aproprei do termo outsider, pelo seu caráter de estrangeiro, aquele que está fora e para mim essa é uma definição bastante pertinente, pois ao mesmo tempo em que o imigranteestá “dentro” (inside) do país receptor, ele continua “fora” (outside), porque não houve realmente uma apropriação da nova cultura, não houve uma integração com o meio, ficando o imigrante assim eternamente estrangeiro, mesmo quando sua estadia se torna permanente.
A emigração japonesa pós Guerra Russo-Japonesa

Nos anos posteriores à Guerra Russo-Japonesa, compreendida entre os anos 1904 e 1905, onúmero de japoneses emigrantes começaram a crescer devido a expansão imperialista, principalmente em lugares como Coréia, Karafuto (Sacalina do Sul), Taiwan e Sul da Manchúria.

Segundo OGUMA, nesse período pós competição Russo-Japonesa, o Japão empreendeu um programa ambicioso de desenvolvimento econômico e de exploração, trazendo ferrovias, sistemas escolares, fábricas e outros aspectosvisíveis do mundo moderno para essas terras colonizadas, sendo o Japão considerado um dos únicos países colonizadores não brancos e essa colonização se dava com uma presença marcada pela repressão governamental e uma força policial onipresente e sempre brutal.

Devido às políticas adotadas pelo governo, o Japão se estabelecia mundialmente como a única potência imperialista não-branca (SASAKI, 2008),num contexto histórico onde o arianismo, a pureza e superioridade da raça branca era cada vez mais difundido entre as nações, levando algumas a adotarem uma política de branqueamento, como a Austrália e Nova Zelândia, o Gentlemen’s Agreements com os Estados Unidos e Canadá, todas iniciativas de restrição de imigrantes não brancos para esses países.
Essas políticas geraram diversos conflitos noImpério Japonês, uma vez que reconhecidamente uma nação forte exigia um tratamento mais respeitoso das nações brancas, esses desconfortos foram ainda mais acentuados com a limitação da imigração japonesa para as Américas e o Pacífico, sendo a exclusão dos japoneses na lei de imigração americana de 1924 considerado o maior insulto dentre todos.
Um fato importante para entendermos o porquê de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Processos Migratórios
  • os processo migratorios
  • processo migratorio
  • O processo Migratório
  • o processo migratorio
  • processo migratorio
  • o processo migratorio.
  • O Processo Migratorio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!