Os Reis Taumaturgos

Páginas: 11 (2718 palavras) Publicado: 13 de fevereiro de 2015
A Ilusão e a Cura - Reis Taumaturgos, Marc Bloch
por Tarcísio de Souza Gaspar

Será desnecessário apresentar Marc Bloch aos historiadores. As pessoas que têm por ofício remexer o
passado e seus vestígios de vida humana bem sabem a presença de nosso autor. Sentem-na tão forte em sua
formação cotidiana que parecem, já familiarizados, dispensar o auxílio e a recorrência da procura. Ohistoriador dos Annales, assim como os mortos renascentes da história, marca a historiografia e sua
posteridade, funda discípulos e princípios, conduz da maneira mais humilde e sincera a apologia da história
ou o ofício de historiador. Nosso livro é uma obra sua e não a menos genial. Talvez, a mais famosa. De leitura
clássica e indispensável. Seu conteúdo: obra de ciência, de artista metódico, fonte deum renovar de história
onde ainda história inexistia. Os reis taumaturgos e seus escrofulosos_ símbolos da mais alta magia e da
crença; do poder e do sagrado, da ilusão e da cura.
***
Tudo tem início num propósito novo. Trata-se de estudar, em pleno ambiente intelectual dos anos 20 do
século passado, a história de um milagre. Refazer grande parte do percurso da Idade Média e da Época
Modernapara compreender o rito de cura das escrófulas (adenite tuberculosa), efetuado pelos reis de
Inglaterra e França através do toque de suas mãos, regiamente diferenciadas. Ou, para ser mais exato e
explícito, “fazer história com aquilo que, até o presente, era apenas anedota”(p.43). E sua história revela-se
profunda. Da anedota, extrai matéria interminável de compreensão da humanidadepersistente naqueles
tempos antigos. Mais do que extração, aprofunda-se em novo estudo de história política e mental.
No interior da obra, vários temas sobressaltam e se fazem presentes ao conjunto da história deste milagre.
Dá-se especial atenção à importância do imaginário coletivo, do poder das crenças e atitudes mentais dos
homens, assim como se volta à demarcação do campo de disputas políticastravadas no processo de ascensão
das casas principescas européias; a relevância do sagrado para caracterizar o ambiente religioso e mágico
destas épocas, oscilantes entre o catolicismo pio da Igreja, os projetos e intenções nem sempre espirituais do
poder laico e as tradições e anseios da cultura popular. Adentra a história de um milagre régio e de sua
apropriação do sagrado, disputa e delimitaçãode diferenças e penetrações entre o espiritual e o secular, rei e
papa, sacerdote e leigo_ História de sagração e poder, fé e crença. Enfim, passado, mais uma vez, que se vê
profundo porque profundos são os desejos de vida humana na história.
***
A obra dividi-se em três livros. O primeiro, intitulado “as origens”, remonta aos primórdios das monarquias
de França e Inglaterra. Servindo-se dofamoso “mito das origens”, que tanto rodeia e seduz os historiadores,
mesmo entre os mais astutos e conscientes, explicar-se-á o surgimento e a fundamentação permanente do
ato de cura régia, no século XI, na França Capetíngia, e no século XII para os ingleses Plantagenet.
Mas, talvez, o indício mais significativo do primeiro tomo seja a caracterização do rito de cura em seus
aspectos políticose mentais: o desejo de cura dos escrofulosos, a imagem sagrada transposta ao rei através
da consagração eclesiástica (principalmente com a unção), a delimitação da ambivalência atribuída pela
cultura popular à certa salvação de sua saúde_ o sagrado enquanto sinônimo de “capaz de curar”_ e a longa
tradição mágica presente em meio à gente comum.
O segundo livro, maior da obra, trata,primeiramente, do desenvolvimento do rito de cura régia durante a
Baixa Idade Média, procurando “evocar o aspecto perceptível sob o qual esse poder corporificou-se aos olhos
dos homens durante aquele período.”(p.91). O rei levava suas mãos às partes enfermas dos doentes e, logo
após o toque, fazia o sinal da cruz. Eram essas, com pequenas variações, em suma, as ações básicas do rito.
Contudo, apesar...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Os reis Taumaturgos
  • Marc Bloch Os Reis Taumaturgos
  • Influências sociológicas em os reis taumaturgos, de marc bloch
  • Reis
  • reis
  • Réis
  • Reis
  • Reis

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!