Os Lusíadas - Análise

Páginas: 10 (2261 palavras) Publicado: 24 de setembro de 2013


ÍNDICE:

I- Conhecendo Os Lusíadas
II-O contexto histórico
III-O homem- Luiz Vaz de Camões
IV-A obra
V-A épica
VI- “OS LUSÍADAS” na história
VII- O Gigante Adamastor
VIII- Conclusões
IX- Epopéia
X- Bibliografia


























I- Conhecendo Os Lusíadas

Os Lusíadas é considerada a principal epopeia da época moderna devido à sua grandeza euniversalidade. As realizações de Portugal desde o Infante D. Henrique até à união dinástica com Espanha em 1580 são um marco na História, marcando a transição da Idade Média para a Época Moderna. A epopeia narra a história de Vasco da Gama e dos heróis portugueses que navegaram em torno do Cabo da Boa Esperança e abriram uma nova rota para a Índia. É uma epopeia humanista, mesmo nas suascontradições, na associação da mitologia pagã à visão cristã, nos sentimentos opostos sobre a guerra e o império, no gosto do repouso e no desejo de aventura, na apreciação do prazer e nas exigências de uma visão heróica.

As armas e os barões assinalados
Que, da ocidental praia lusitana,
Por mares nunca de antes navegados
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados,
Mais do queprometia a força humana,
E entre gente remota edificaram
Novo reino, que tanto sublimaram.
(...)
Cantando espalharei por toda a parte,
Se a tanto me ajudar o engenho e arte

— Camões, Lusíadas, Canto I.
A obra lírica de Camões foi publicada como "rimas", não havendo acordo entre os diferentes editores quanto ao número de sonetos escritos pelo poeta e quanto à autoria de algumas daspeças líricas.
É fácil reconhecer na obra poética de Camões dois estilos não só diferentes, mas talvez até opostos: um, o estilo das redondilhas e de alguns sonetos, na tradição do Cancioneiro Geral; outro, o estilo de inspiração latina ou italiana de muitos outros sonetos e das composições, endecassílabas maiores. Chamaremos aqui ao primeiro o estilo engenhoso, ao segundo o estilo clássico.
Oestilo engenhoso, tal como já aparece no Cancioneiro Geral, manifesta-se sobretudo nas composições constituídas por mote e voltas. O poeta tinha que desenvolver um mote dado, e era na interpretação das palavras desse mote que revelava a sua subtileza e imaginação, exactamente como os pregadores medievais o faziam ao desenvolver a frase bíblica que servia de tema ao sermão. No desenvolvimento do motehavia uma preocupação de pseudo-rigor verbal, de exactidão vocabular, de modo que os engenhosos paradoxos e os entendimentos fantasistas das palavras parecessem sair de uma espécie de operação lógica.
As obras dele foram divididas em líricas e amorosas. Um exemplo das obras líricas foiOs Lusíadas, dividido em 10 cantos, exalta a conquista de Portugal na rota das Índias.
II- O contexto históricoEm Portugal, o feudalismo começou a ruir no século XIV. Foi uma conseqüência dos descobrimentos.
D. João II ( 1481-1495) e D. Manuel (1495-1521) foram os reis que deram impulso decisivo à grande aventura portuguesa. Em 1497, Vasco da Gama alcança a Índia. Em 1500, Cabral chega ao Brasil. Em 1509 é realizada a primeira viagem dos portugueses a Málaca. A partir de 1516, as naus portuguesas cortam oMar da China, chegando ao Japão em 1542.
Em conseqüência dos descobrimentos, Portugal passa por transformações políticas e econômicas profundas. Os conflitos entre a nobreza vinculada à terra (decadente) e a burguesia associada às navegações e ao comércio (emergente) se desdobram no plano ideológico e religioso. O teocentrismo (ideologia religiosa) e o antropocentrismo (ideologia laica), duasvisões de mundo incompatíveis, coexistirão por algum tempo. As idéias renascentistas trazidas por Sá de Miranda após sua viagem para a Itália (1521), esbarrariam nos mosteiros portugueses.
"O renascimento é uma época contraditória." . Como anota referido autor, o desenvolvimento da ciência, o culto à beleza e à sensualidade não rompe definitivamente com o Cristianismo. Ao contrário, vários...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Análise "Os Lusiadas
  • Análise de os lusíadas
  • Análise do Gigante Adamastor
  • Análise dos lusiadas canto a canto
  • Análise sobre "Os Lusíadas de Camões"
  • Análise da proposição dos Lusiadas
  • Análise, Os Lusíadas canto IX
  • Análise do canto ii de os lusiadas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!