Os indígenas mesoamericanos e as suas concepções de mundo

Páginas: 28 (6930 palavras) Publicado: 7 de novembro de 2012
Artigo: Os Indígenas Mesoamericanos e as suas concepções de mundo

Introdução

Neste artigo pressuponho explicitar uma apresentação dos conceitos de tempo partindo das obras de Eduardo Natalino dos Santos. Articularei um dialogo entre as suas obras com as narrativas do livro Popol Vuh.
A construção e o uso social destas narrativas explicam quea ordem do mundo atual com base em eventos passados não é uma exclusividade das sociedades ocidentais ou mediterrâneas, nem, tampouco, das chamadas altas culturas. Praticamente todas as sociedades constroem e mantêm relatos socialmente aceitos que vinculam a identidades grupais, as transformações históricas aos acontecimentos naturais.
Cada sociedade ou região cultural emprega suas própriasconcepções para definir, selecionar e construir os episódios e personagens que compõem seus relatos explicativos. Todos os elementos que compõem essas narrativas relacionam-se estreita e coerentemente entre si e, em conjunto, embasam-se em concepções mais amplas e socialmente muito operantes, tais como as concepções de tempo e espaço, mas também nas que podemos denominar como transformações,permanência, origem, destino, fato, verdade e outras tantas. Todas essas concepções fazem parte de um todo mais ou menos coerente e não monolítico que podemos chamar de visão de mundo.
Segundo Eduardo Natalino dos Santos, o conceito visão de mundo pode ser definido como um conjunto articulado de sistemas ideológicos relacionados entre si e em forma relativamente congruente, com que um indivíduo de um gruposocial, em um momento histórico pretende aprender.
Não se trata apenas de uma abstração, mas de uma criação coletiva que permeia e, muitas vezes fundamenta distintos sistemas e instituições sociais, bem como as explicações sobre a origem e funcionamento do mundo.
Entretanto, isso não quer dizer que todos os membros ou grupos de uma determinada sociedade tenham consciência dessacriação coletiva, cujos princípios lógicos de funcionamento geralmente não são produtos de especulações individuais, mas de relações e práticas cotidianas coletivas e, por vezes, seculares ou milenares, assim como a gramática de uma língua.
A sistematização, manutenção e transmissão de um conjunto articulado de explicações sobre a origem e o funcionamento do mundo tendem a não estar, direta euniformemente, sob o controle de todos os membros ou grupos sociais. Geralmente existe uma relação estreita entre a posse e a transmissão sistemática dessas explicações e o poder político das elites dirigentes. Desse modo, tais explicações, ao menos de maneira institucional e sistematizada, tendem a estar sob o controle de determinadas linhagens e grupos sociais.
As elaborações procedentes do trabalhointelectual desses indivíduos sobrepõem-se as criações intelectuais gerais. No entanto, a vitalidade e eficácia políticas dessas explicações dependem, entre outras coisas, de sua penetração e aceitação, junto a outros grupos e âmbitos da sociedade. Sendo assim, tais explicações tendem a estar de acordo com os princípios lógicos e concepções mais gerais que vigoram na visão de mundo de umadeterminada sociedade, então a formação e a manutenção de uma tradição de pensamento é um processo que termina por evolver a sociedade como um todo, mesmo quando suas formas de expressão parecem estar relacionadas apenas a grupos ou indivíduos especializados.
Para o entendimento dessas formas de expressão, por vezes registradas em escritos, é imprescindível compreender os procedimentos institucionaisinternos dessas tradições em relação com seus objetivos sociais mais amplos, e em relação à circulação e aceitação de tais expressões entre os demais grupos. (livro-Tempo, espaço e passado na mesoamerica- Eduardo Natalino, pag. 45 a 50)


Início
Os povos apesar de todas as suas criações culturais particulares compartilhavam características civilizacionais comuns a todos os outros povos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • As correntes filosoficas e concepçoes de mundo
  • Concepções de homem e mundo
  • A Questão Índigena no Mundo!
  • As correntes filosóficas
  • As correntes filosoficas concepções de homem e de mundo
  • As correntes filosóficas – concepções de homem e de mundo
  • CONCEPÇÕES DE GEOGRAFIA E DE GEOGRAFIA ESCOLAR NO MUNDO CONTEMPORÂNEA
  • Concepções e mudanças no mundo do trabalho e o ensino médio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!