Os cinco de nova york

Páginas: 20 (4919 palavras) Publicado: 1 de junho de 2013
OS CINCO DE NOVA YORK

Os Cinco de Nova Iorque se refere a um grupo de cinco arquitetos de Nova York (Peter Eisenman, Michael Graves, Charles Gwathmey, John Hejduk e Richard Meier), cujo trabalho foi fotografado o tema de uma reunião chamada CASE no Museu de Arte Moderna, organizado por Arthur Drexler e Colin Rowe em 1969, e apresentado em um livro, “Cinco Arquitetos”, publicado pela Wittenbornem 1972, em seguida, ficando mais famoso ao ser publicado pela Oxford Press em 1975. Esses cinco tinham uma lealdade comum para uma forma pura do modernismo arquitetônico, relembrando o trabalho de Le Corbusier na década de 1920 e 1930, apesar de uma análise mais aprofundada de seus trabalhos mostrar o quão individual eram seus trabalhos. O grupo pode ter tido mais a ver com alianças sociais eacadêmicas, principalmente o papel de orientação de Philip Johnson.

A amostra repercutiu em uma repreensão quando o assunto foi levantado no Architectural Forum, em maio de 1973. Um grupo de trabalhos chamado "Cinco sobre Cinco", escrito pelos arquitetos Romaldo Giurgola, Allan Greenberg, Charles Moore, Jaquelin T. Robertson, e Robert AM Stern. Estes cinco, conhecido como o "cinzas", atacaram os"brancos", alegando que essa busca da estética modernista pura, resultara em edifícios que eram impraticáveis ​indiferente ao local, indiferentes aos usuários, e divorciou-se da vida cotidiana. Estes "Cinzas" estavam alinhados com o arquiteto Robert Venturi junto com o interesse emergente na arquitetura vernacular e um antecipado pós-modernismo. Pouco tempo depois Robertson iria começar umaparceria produtiva com Peter Eisenman. John Hejduk, o mais velho dos cinco, é conhecido como um pedagogo e compositor visionário de desenhos, edifícios, poesias e escritos teóricos de meados dos anos 1950 adiante. Charles Gwathmey é conhecido por sua prática com criação . Meier é igualmente prolífico, ou seja, criativo e produtivo, melhor ainda conhecido por um aperfeiçoamento contínuo da jornadapurista em que eles inicialmente embarcado. Eisenman é famoso por suas associações com desconstrutivismo. Graves, o desertor mais famoso, foi o primeiro a negar a sua relação com os outros e seu trabalho seria mais servir como um emblema de um movimento pós-moderno na arquitetura.

Peter Eisenman

Peter Eisenman nasceu em 1932 em Newark, Nova Jersey, nos Estados Unidos. Foi em meio aodesenvolvimento da arquitetura modernista que Eisenman ingressou na Universidade de Cornell, se formando em bacharel em arquitetura em 1955, virou mestre em arquitetura pela Universidade de Columbia, mestre e phd pela Universidade de Cambridge e doutor pela Universidade de Illinois em Chicago. O arquiteto Peter Eisenamn tem suas teorias e práticas arquitetônicas voltadas ao estilo deconstrutivista. O início dasua carreira baseou-se prioritariamente em lecionar, publicar e escrever seus trabalhos teóricos, muitos dos quais foram publicados em revistas e jornais de expressão internacional.


Suas inúmeras publicações inspiradas em personalidades como Sigmund Freud e Jacques Derrida, concomitante a suas práticas, o torna o arquiteto que ditou a base do referente estilo. Por isso rotulado como "pai dodeconstrutivismo", foi ele quem transportou a essência da deconstrução à arquitetura, porque acreditava que o movimento moderno estava distanciando a obra de seus admiradores.

O estilo criado pelo arquiteto é o caminho para se atingir o sucesso na atualidade, por ser aplicado em obras de natureza refinada e por ser representado por nomes consagrados na arquitetura como Daniel Libeskind, ZahaHadid e Frank O. Gehry.


House VI
A casa é considerada uma casa convencional. Projetada para o Sr. e Sra. Richard entre 19721975. Situado Cornawall, Connecticut, o projeto surgiu a partir de um processo conceitual que começou com uma grade, manipulando a grade a casa acabou dividia em quatro seções.

A casa foi construída usando um sistema de vigas, no entanto, algumas colunas/vigas são...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • nova york
  • Nova York
  • Nova York
  • NOVA YORK
  • nova york
  • Resenha Gangues de Nova York
  • Desconstruindo Nova York
  • A queda da Bolsa de Nova York

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!