Os ciclos de vida das Organizações

Páginas: 27 (6692 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
ÁREA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS
CURSO DE ADIMINISTRAÇÃO
DISCIPLINA DE PRÁTICAS ORGANIZACIONAIS I














RESUMO LIVRO:
OS CICLOS DE VIDA DAS ORGANIZAÇÕES
COMO E POR QUE AS EMPRESAS CRESCEM E MORREM E O QUE FAZER A RESPEITO















Campos Novos, 07 de abril de 2008.





Primeiro estagio da organização que ainda não nasceu eapenas uma idéia. No namoro, dá-se destaque as idéias e as possibilidades que o futuro oferece.
Ele esta “vendendo” sua idéia a si própria de “um futuro brilhante”. O compromisso com a idéia vai se firmando internamente ao mesmo tempo em que sua idéia vai sendo testada em outras pessoas. Quanto mais ele vende sua idéia para os outros, mais firme torna seu próprio compromisso.
Para uma organizaçãocomeçar a desempenhar a função para qual foi projetada, ela tem que enfrentar riscos. E nenhum risco pode ser enfrentado sem que um compromisso equivalente tenha sido firmado sem que um compromisso equivalente tenha sido firmado durante o estagio do Namoro.
Esse processo de firmar compromisso e acompanhado de muita empolgação, muito entusiasmo e muita emoção. Todo esse processo pode gerar problemasanormais, complexidades ou patologias.
Ao firmar o compromisso, o fundador pode estar fazendo promessas das quais ele, em retrospectiva, talvez venha a se arrepender.
No ciclo de vida da empresa, o fundador tem que se apaixonar pela idéia do negocio que esta concebendo. Mais tarde quando a empresa já estiver nascido, será o seu amor por esse recém nascido que preservara a sua motivação duranteos momentos difíceis da infância.
Uma organização nasce quando o compromisso e posto a prova, quando o risco e assumido, pois a organização pode morrer, quando ninguém se compromete com o seu funcionamento.
Para fundar a empresa bem-sucedida, e preciso mais doq eu uma boa idéia, um mercado e dinheiro para financiá-la.
Como diz Conrad Hilton: “Se você quer lançar grandes navios, va para onde aságua são profundas”.
Se não houver um compromisso substancial, a organização se esfalecera com os primeiros indícios de dificuldade.
Ninguém sabe quando uma empresa ira gerar em termos de lucros. A motivação de um fundador tem que ir alem dos limites estreitos do lucro imediato. Seu compromisso não pode ser apenas racional, tem que ser um compromisso emocional com a idéia e com funcionalidadedessa idéia no mercado. As ações do fundador devem decorrer dele ter percebido uma necessidade efetiva do mercado, ele deve ser incapaz de agir para satisfazer essa necessidade.
E evidente que sem lucros a empresa sucumbe. No entanto, se por um lado o retorno do investimento pode destruir um negocio o retorno por si não pode criar um negocio. O que cria um negocio e o fundador acreditar naexistência de uma necessidade real a ser satisfeita.
O retorno sobre o investimento e um fator restritivo, e não propulsor, o retorno sobre o investimento não faz crescer uma organização, embora na sua ausência a empresa possa eventualmente perecer.
As pessoas interessadas exclusivamente em dinheiro ou no retorno sobre o investimento se sentirão desencorajadas e desistirão antes dos lucros sematerializarem, pois nem sempre haverá lucros.
O empreendedor que funda uma empresa tendo em vista necessidades que não foram ainda satisfeitas ou expressas o e um empreendedor voltado para os produtos e não para o mercado, esse empreendedor não esta reagindo a uma necessidade do mercado, ele procura educar e modificar o comportamento do mercado.
Mas como ainda e preciso desenvolver um produto ou serviço,o fundador tem que se concentrar no produto ate que as suas qualidades, capacidades e funcionalidades sejam aceitas.
George Bernard: “Os homens sensatos adaptam-se ao ambiente; os insensatos tentam adaptar o ambiente a si”.
Um fundador saudável e aquele que firmou um forte compromisso e que, ao mesmo tempo, matem os olhos abertos para a realidade. Ele firmou o compromisso, mas não perdeu a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Ciclo de vida das organizações
  • O ciclo de vida das organizações
  • Ciclo de Vida nas Organizações
  • Os ciclos de vida das organizações
  • Ciclo de vida nas organizações
  • Ciclo de Vidas das Organizações
  • ciclo de vida das organizações
  • Ciclo de vida das organizações

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!