Os cegos e o elefante

Páginas: 2 (268 palavras) Publicado: 10 de maio de 2013
Os Cegos e o Elefante
John Godfrery Saxe (1816-1887)


Eram seis homens do Hindustão
Inclinados para aprender muito,
Que foram ver o Elefante
(Emboratodos fossem cegos)
Que cada um, por observação,
Poderia satisfazer sua mente.

O Primeiro aproximou-se do Elefante,
E aconteceu de chocar-se
Contra seuamplo e forte lado
Imediatamente começou a gritar:
“Deus me abençoe, mas o Elefante
É semelhante a um muro”.

O Segundo, pegando na presa,
Gritou, “Oh! Oque temos aqui
Tão redondo, liso e pontiagudo?
Para mim isto é muito claro
Esta maravilha de elefante
É muito semelhante a uma lança!”

O Terceiroaproximou-se do animal
E aconteceu de pegar
A sinuosa tromba com suas mãos.
Assim, falou em voz alta:
“Vejo”, disse ele, “O Elefante
É muito parecido com umacobra!”

O Quarto esticou a mão, ansioso
E apalpou em torno do joelho.
“Com o que este maravilhoso animal
Se parece é muito fácil”, disse ele:
“Está bemclaro que o Elefante
É muito semelhante a uma árvore!”

O Quinto, por acaso, tocou a orelha,
E disse: “Até um cego
Pode dizer com o que ele se parece:Negue quem puder,
Esta maravilha de Elefante
É muito parecido com um leque!”

O Sexto, mal havia começado
A apalpar o animal,
Pegou na cauda que balançava
Eveio ao seu alcance.
“Vejo”, disse ele, “O Elefante
é muito parecido a uma corda!”

E assim esses homens do Hindustão
Discutiram por muito tempo,
Cadaum com sua opinião,
Excessivamente rígida e forte.
Embora cada um estivesse,
em parte, certo,
Todos estavam errados!

(in: MINTIZBERG e outros: 2000)
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O Cego E O Elefante
  • O cego o elefante
  • Fabulo dos cegos e do elefante
  • Fábula dos cegos e do elefante.
  • Mintzberg e a Parábola dos 4 cegos e o elefante
  • Análise crítica entre as organizações empresariais atuais e a “metáfora dos cegos e do elefante”
  • O elefante
  • E se eu fosse cego

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!