operadores argumentativos

Páginas: 36 (8876 palavras) Publicado: 25 de setembro de 2014
Gláuks v. 12 n. 1 (2012) 169-203

Dos Marcadores Discursivos e Conectores:
Conceituação e Teorias Subjacentes
About Discourse Markers and Connectors: Concepts
and Underlying Theories

Daniel Mazzaro Vilar de Almeida1
Janice Helena Chaves Marinho2

RESUMO: Este artigo propõe uma revisão de algumas teorias
que conceituam e caracterizam os conectores e os marcadores
discursivos,elementos linguísticos que sinalizam, explicitam
uma relação coesiva entre dois segmentos textuais e guiam, de
acordo com suas propriedades morfossintáticas, semânticas e
pragmáticas, as inferências que se realizam no momento da
comunicação. Essa revisão teórica trará contribuições da
Pragmática, da Teoria da Argumentação, da Teoria da
Relevância e do Modelo de Análise Modular para que o
fenômenoda conexão e os elementos envolvidos nesse
mecanismo textual sejam bem entendidos e usados futuramente
em pesquisas do campo da Linguística Textual e da Análise do
Discurso, por exemplo.
PALAVRAS-CHAVE: Marcadores discursivos. Conectores.
Conexão. Teorias pragmáticas. Relação coesiva.
1

Doutorando em Análise do Discurso pelo Programa de Pós-Graduação em
Linguística da Universidade Federalde Minas Gerais (UFMG).

2

Doutora em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais
(UFMG). Professora Associada da Faculdade de Letras da Universidade Federal de
Minas Gerais (UFMG).

Gláuks

170

1 Introdução
estudos
O s(doravante direcionados a marcadores discursivos
MD) e conectores têm aumentado
bastante na área textual com a mudança de foco da estrutura dotexto para seus aspectos discursivos. A partir dos avanços da
semântica, da pragmática e da análise do discurso, observa-se
uma tendência a ultrapassar o estudo limitado às estruturas
gramaticais da oração e a estender ao texto, já que é nele que o
estudo gramatical encontra sua atualização e seu “sentido”
(VEZ, 2000, p. 149).
Para vários estudiosos, uma das maneiras de alcançar o
sucessode que um texto possa fazer sentido é por meio de
conexões entre as palavras, frases, orações e parágrafos (ou,
como veremos mais adiante, por meio de conexões de
enunciados ou membros discursivos). Segundo Escandell
(2006), um dos problemas que mais preocupou, primeiramente
os gramáticos e filósofos, e em seguida os pragmaticistas, foi o
de descrever o valor dos elementos de conexão entreorações.
Enquanto alguns tomaram esses elementos como o ponto central
que articula a teoria da razão, como no caso da conclusão que
procede às premissas de um silogismo, outros se ocuparam de
seu funcionamento e de seu valor nas línguas naturais.
Então, devido à diversidade de critérios adotados e às
diferentes proposições metodológicas a partir dos quais se tem
abordado o estudo dos MD edos conectores, não se chegou a
um acordo em questões básicas como a denominação e definição
de seu conceito. Por isso, é possível encontrar termos como
marcadores de relação textual, operadores discursivos, enlaces
extraoracionais,
conectores
discursivos,
conectores
pragmáticos, partículas pragmáticas, partículas discursivas
etc., referindo-se, muitas vezes, aos mesmos elementos

DosMarcadores Discursivos e Conectores: Conceituação e Teorias Subjacentes 171

estudados e, além disso, os conceitos atribuídos a esses termos
ora se identificam, ora se complementam.
Embora os conectores tenham, atualmente, um
tratamento muito destacado, faz já algum tempo que
despertaram interesse dos linguistas. Loureiro (2004) aponta
que, nos estudos da língua espanhola, Antonio Nebrija,em sua
gramática datada de 1492, já destacou a existência do que antes
se chamavam partículas invariáveis do discurso. Nesse grupo, o
gramático incluiu as classes de palavras já conhecidas desde a
tradição da gramática latina, como conjunções, preposições,
locuções prepositivas, entre outras, que estão inseridas na
sintaxe oracional, mas que, em certos contextos, não se ajustam
à função...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Operadores argumentativos
  • Operadores argumentativos
  • Operadores argumentativos
  • Operadores argumentativos
  • Operadores argumentativos
  • Operadores argumentativos
  • Operadores Argumentativos
  • operadores argumentativos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!