Oi como você vai?

Páginas: 9 (2114 palavras) Publicado: 6 de janeiro de 2014
CAPÍTULO III
DESVENDANDO A POLÍTICA PÚBLICA DE EJA DO MUNICÍPIO DE TEIXEIRA DE FREITAS
Com base na pesquisa realizada pode-se dizer que Teixeira de Freitas foi emancipado em meio a efervescência do processo de democratização brasileira, quando os movimentos sociais ganhavam força no contexto nacional. A cidade nasceu com duas instituições de ensino de grande importância para a sua firmaçãocomo uma referência no extremo sul da Bahia, o Campus X da UNEB e a Escola Pública Estadual de ensino superior, o qual oferecia dois cursos: Técnicas agrícolas e Técnicas comerciais.
A história de Teixeira não caminhou destoada da história nacional, o município atraiu pessoas de vários lugares e até mesmo grandes empresas. Entretanto, esse acúmulo desordenado trouxe também problemas e desafios, osquais, poucos deles foram vencidos. A cidade conta com uma população enorme e não oferece serviços básicos de saúde, educação, moradia digna, emprego e infraestrutura de rede de esgoto e transporte eficiente. Gestores descompromissados com o bem estar social tem contribuído para que este quadro vergonhoso persista.
Nesta cidade são gritantes as desigualdades sociais, alguns enriquecendo a cadadia, enquanto a maioria sem aceso aos bens de consumo essenciais para uma formação cidadã, comprometendo o futuro de muitas crianças e jovens. É nesse campo fértil que as drogas tem arrebatado um grande contingente de adolescentes e jovens sem perspectivas, com promessa de ganhos fáceis para satisfazer os insistentes apelos da mídia massiva. Uma educação de qualidade precisa ser buscada para trazeresperança e rumo para muitos lares e famílias. Desta forma, a Educação de Jovens e Adultos pode ser uma grande aliada na busca por equidade social. Ela socializa as pessoas, além de garantir um direito negado ingressando o sujeito no circuito dos direitos civis; também propõe garantir uma redistribuição de mais igualdade, proporcionando maiores oportunidades de acesso e permanência na escola; epor fim, atender às necessidades de atualização e de aprendizagem contínuas, numa função qualificadora, (Soares,2002).
A LDB/96 trouxe uma mudança de Ensino Supletivo para Educação de Jovens e Adultos, trazendo um conceito de EJA mais amplo, segundo Soares: “o termo ensino se restringe à mera instrução, o termo educação é muito mais amplo, compreendendo os diversos processos de formação”. (2002,p.12). Anteriormente, quando se pensava em ensino noturno, logo pensava em alfabetização de adultos. No entanto, essa realidade não é mais a mesma, não porque não temos mais adultos analfabetos, mas, porque as nossas escolas noturnas estão repletas de jovens e adolescentes, egressos do ensino regular. Resta-nos a indagação, porque estes alunos não estão avançando no ensino regular? Como conciliarestratégia de aprendizagem que atenda estes jovens e adolescentes e ao mesmo tempo garanta aprendizagem ao adulto que se encontra na mesma série? São desafios importantes a serem vencidos, os quais perpassam por uma ampla discussão, na qual deve se levar em conta as políticas públicas educacionais do país.
Se tivermos políticas públicas Estatais comprometidas com a formação integral do ser humano,podemos lançar raízes para a construção de uma educação de qualidade e que faça diferença no contexto de exclusão e desigualdade social. Ao analisar o contexto social da cidade de Teixeira de Freitas, percebe-se que desde a sua formação, ainda como povoado, ela foi palco de grandes mobilizações, Cearon descreve:
Teixeira de Freitas e região nas décadas de 1970 e 1980 foram palco de grandestransformações e mobilizações, nos aspectos ambiental, social e econômico; centros urbanos se estabelecendo com um elevado contingente populacional; novas cidades se formam, destacando-se além de Teixeira de Freitas, Eunápolis, Itabela, Itamaraju. Empresas reflorestadoras começaram a se instalar na região.(2011, p.51)

Entretanto, essas mobilizações foram aos poucos sendo manipuladas segundo os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • oi como vai voce
  • oi estou muito bem como vai voce
  • oi como vai você
  • Oi, como vai você?
  • Oi, como vai você?
  • oi como vai
  • oi como vai
  • oi como vai

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!