Observação de regência

Páginas: 30 (7284 palavras) Publicado: 2 de outubro de 2012
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
HISTÓRIA – 5º SEMESTRE


ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO –
5º SEMESTRE – OBSERVAÇÃO E REGÊNCIA NAS SÉRIES FINAIS DO
ENSINO FUNDAMENTAL

Caxias do sul
2011



ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO –
5º SEMESTRE – OBSERVAÇÃO E REGÊNCIA NAS SÉRIES FINAIS DO
ENSINO FUNDAMENTAL.

Trabalho apresentado ao Curso de História da UNOPAR - Universidade Nortedo
Paraná, para a disciplina Estágio Supervisionado – 5º Semestre (150 horas)
Orientador: Profa. Cyntia Simioni França e Edilaine Vagula
Tutor de sala: Rudson A.R. da Luz
Pólo de Apoio Presencial: Unopar Caxias

Caxias do sul
2011

1- LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO

Com base nos textos, devemos refletir na pergunta:
Para que serve a Historia?
A resposta a ela poderia ser, simplesmente:a História é necessária por ser uma das mais
importantes expressões de humanidade, como é a Música, por exemplo. Tanto a
História como a Música parecem disciplinas sem utilidade, porém basta imaginar um
mundo em que elas não existissem para perceber sua importância. O problema é que,
enquanto a função do compositor, que extrai sua música do coração do silêncio, parece
ser a de despertarnossos sentidos, o problema do professor de História, que deve extrair
conhecimento dos distantes tempos passados, é bem diferente.
Inicialmente, os programas atribuem a responsabilidade de conduzir os alunos por
caminhos que levem ao exercício pleno da cidadania. Cabe-lhe acompanhar, sem dirigir,
os momentos iniciais da formação da consciência crítica de crianças e adolescentes, a
partir de suaexperiência cotidiana. Para isso, esperasse que ele supere as sempre
lembradas formas tradicionais de ensino, que parecem valorizar, sobretudo, o
sentimento de pertencer a uma grande nação, assim como fizeram os heróis
responsáveis por sua construção. Sobre a missão de formar cidadãos, convém lembrar
que essa missão não compete, direta e exclusivamente, ao professor de História e nem à
escola,em seu conjunto, já que as bases dessa formação são trazidas à sala de aula pelos
alunos, armazenadas nos espaços sociais que eles freqüentam, em especial a família. É
claro que os alunos, inclusive os de História, devem participar de maneira ativa do
processo de percepção e formação dos valores constituintes da cidadania, mas isso não
significa que deva abdicar de suas funções de aluno,deixando de ensinar sua disciplina
e produzir conhecimento sobre ela. Não se pode esquecer que a produção de
conhecimentos exige compromissos de ordem cultural, social e política, o que impede
qualquer chance de neutralidade, complicando um pouco mais as coisas para o professor
de História. Assim, mesmo que as opções políticas dos professores de matemática, por
exemplo, não impliquem práticasdiferentes para ensinar equações, ensinar História
significa, também, comprometer-se com os valores que desenham a sociedade.
Entretanto, nada disso significa que as aulas de história devam transformar-se em
espaço para exercício de militância partidária ou de raciocínio limitado à oposição
estreita entre bons e maus. Quem trabalha com história sabe que seus julgamentos são
inócuos, nãoproduzindo quaisquer efeitos sobre os tempos passados. Em outras

palavras, é claro que é importante denunciar a violência genocida da conquista da
América, da escravização de negros e índios, das fogueiras da Inquisição, das guerras e
bombardeios, das práticas de racismo, mas nenhum desses temas irá devolver a vida e a
dignidade usurpadas de milhões e milhões de pessoas, ao longo dos séculos. Noentanto,
é recomendável cautela na hora de produzir conclusões e generalizações, pois elas
podem levar o aluno a entender que todos os portugueses e espanhóis foram,ou são
favoráveis às práticas de extermínio, assim como todos os brancos admitiram a
escravização dos semelhantes, ou que a vontade de queimar mulheres como supostas
bruxas ou desintegrar pessoas com bombardeios integre, desde...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Observação e regência
  • Observação e regência no ensino médio
  • Relatorio de observação e regência
  • Relatorio de observação e regencia
  • Relatorio de observação e regencia de ensino medio
  • RELATÓRIO DE ESTÁGIO DE OBSERVAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E REGÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
  • Relatório de estágio de observação e regência na educação infantil
  • Relatorio de observação e regencia do ensino fundamental primeiro ano

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!