Obra resumida: os botões de napoleão - cap 3: glicose

Páginas: 10 (2418 palavras) Publicado: 27 de abril de 2013
Disciplina: Introdução às Ciências Farmacêuticas
Obra Resumida: Os botões de Napoleão - Cap 3: Glicose

Glicose – O açúcar

A glicose é um importante componente da sacarose, substância a que nos referimos quando falamos de açúcar. O açúcar possui nomes específicos segundo a sua fonte, como açúcar de cana, de beterraba e de milho. Apresenta-se também em muitas variações: mascavo, branco,cristal, de confeiteiro, etc.
A molécula de glicose, presente em todos esses tipos de açúcar, é bastante pequena. Tem apenas 6 átomos de carbono, 6 de oxigênio e 12 de hidrogênio e é o arranjo espacial desses átomos que resulta em seu sabor doce.
O açúcar pode ser extraído de muitas plantas; em regiões tropicais, é usualmente obtido da cana-de-açúcar, e em regiões temperadas, da beterraba.O açúcar cristalino, extraído da cana chegou à Europa no séc. XIII, com a volta dos primeiros cruzados. Nos três séculos seguintes, continuou sendo um artigo exótico, mais ou menos como as especiarias. Seu centro de comércio desenvolveu-se de início em Veneza, com o florescente comércio de especiarias. Era usado na medicina para disfarçar o gosto nauseante de outros ingredientes, para atuar comoagentes de ligações em medicamentos e como remédio propriamente dito.
Por volta do séc. XV, passou a ser mais facilmente obtido na Europa, mas continuava caro. Um aumento da demanda do produtos e preços mais baixos coincidiram com uma redução nas ofertas de mel, que havia sido anteriormente o agente adoçante mais usado na Europa e em grande parte do mundo.
No séc. XVI, o açúcar estava setornando rapidamente o adoçante preferido das massas e nos dois séculos seguintes, tornou-se ainda mais apreciado com a descoberta de modos de preservar frutas com açúcar e de preparar geléias e gelatinas. De luxo, passara a gênero de primeira necessidade ao longo do séc. XX.

Escravidão e o cultivo de açúcar

Se não tivesse sido a demanda de açúcar, é provável que nosso mundo fosse muitodiferente hoje. Afinal, foi a açúcar que estimulou o tráfico escravista.
Os primeiros exploradores do Novo Mundo retornaram falando de terras tropicais que lhes pareciam idéias para o cultivo da cana, e , em pouco tempo, os europeus avios por romper o monopólio do açúcar exercido pelo Oriente Médio, começaram a cultivá-lo no Brasil e depois, nas índias Orientais.
Como seu cultivo exige muitamão-de-obra e duas fontes possíveis de trabalhadores ( populações nativas já dizimadas pelo sarampo e pela malária) e empregados europeus contratados – não poderiam fornecer nem uma fração da força de trabalho necessária . Diante disso, os colonizadores voltaram o olhar para a África.


Doce química

A glicose é o mais comum dos açúcares simples, por vezes chamados de monossacarídeos. Suaestrutura pode ser representada como uma cadeia reta, ou na forma de uma pequena adaptação dessa cadeia, em que cada interseção de linhas verticais e horizontais representa um átomo de Carbono. Um conjunto de convenções conferem números à esses átomos de Carbono, com o C número 1 sempre no alto. Isso é conhecido como fórmula de projeção de Fisher, em homenagem a Emil Fisher, o químico alemão que, em1891, determinou a estrutura real da glicose e de vários outros açúcares relacionados. Embora as ferramentas e técnicas científicas de que ele dispunha fossem muito rudimentares, os resultados que obteve figuram até hoje como um dos exemplos mais elegantes da lógica química.

Ainda podemos representar açúcares como a glicose na forma dessa cadeia
Reta, mas hoje sabemos que eles existemnormalmente numa forma diferente – estruturas cíclicas ( de anel ). O anel de seis membros da glicose consiste em cinco átomos de carbono e um de oxigênio.

[pic]

Na verdade, há duas versões de glicose na forma cíclica, segundo o OH no carbono número 1 esteja acima ou abaixo do anel. Isso poderia parecer uma diferença muito pequena, mas ela é digna de nota porque tem conseqüências muito importantes...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Botoes de napoleao
  • Os Botões de Napoleão
  • Os Botões de Napoleão
  • Os botões de Napoleão
  • os botoes de napoleão
  • o botoes de napoleao
  • Os botões de napoleão
  • Resenha Willian Stallings Cap 1 ao 3 (resumida)

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!