Novos princípios do urbanismo e novos compromissos urbanos

Páginas: 5 (1054 palavras) Publicado: 5 de maio de 2013
Novos princípios do Urbanismo e Novos compromissos Urbanos
François Ascher, Livros Horizonte, 2010

As cidades já não o são; são metapólis, flexiexistencialistas, absorventes, indiferentes. O divórcio do cidadão com a sua cidade começou com a aceleração da comunicação e da mobilidade. A relação é de inconsequência, pela ausência de relação do indivíduo com o palco da sua vida, enclausurado emescritórios e automóveis e redes sociais, indiferente à chuva, à lua e à praça e ao horizonte. O afastamento entre a cidade histórica e a cidade funcional provoca a mudança de escala, acessibilidade e fruição. Os turistas são de facto os principais fruidores da cidade consolidada e cristalizada. E na nova cidade a dispersão conduz à depressão. Nenhum cidadão pressente numa atitude adulta, que umacidade à sua dimensão se faça num contínuo deslocar por cápsulas encerradas, híbridas e anónimas. Os novos compromissos urbanos na terceira idade das cidades, após a consolidação urbana e a revolução industrial, assume a desmaterialização da riqueza pelo conhecimento e informação, pressupõe um novo atractivo que é a atractividade, de capitais, bens e homens, em marketing politico e económico, emcidades imageticamente estranhas e informes - Dubai, Xangai - são de facto sistemas complexos emergentes, ausentes mas pulsantes. O nosso mundo Ocidental não as entende bem. Espanta-se, mas não as deseja verdadeiramente. Tem as nossas premissas, mas não passam de uma cópia, ampliada e adaptada. E os nossos centros históricos são elegantes, monumentais  e sumptuosos, envelhecem. O neo-urbanismovinga agora, contraditório e ambicioso, mas sem futuro. Será o flexiexistencialismo a salvar a nossa agregação social, nas cidades eternamente mutantes?













Sobre o livro

Neste livro-síntese, François Ascher afirma que a modernidade não é um estado, mas um processo constante de transformação da sociedade, condição que a diferencia das demais sociedades onde a mudança não é oprincípio essencial. O autor destaca em especial a falta de sincronia entre a mutação cada vez mais rápida da sociedade contemporânea e o processo mais lento de transformações do quadro construído. Como afirma Nadia Somekh em sua introdução, no contexto brasileiro, tal constatação é preocupante, pois, ao lidar com esta dupla temporalidade, teremos que enfrentar os novos desafios dacontemporaneidade, sem abandonar as demandas não resolvidas das nossas cidades.


O que é plano diretor?
Seria um plano que, a partir de um diagnóstico científico da realidade física, social, econômica, política e administrativa da cidade, do município e de sua região, apresentaria um conjunto de propostas para o futuro desenvolvimento socioeconômico e futura organização espacial dos usos do solo urbano, dasredes de infra-estrutura e de elementos fundamentais da estrutura urbana, para a cidade e para o município, propostas estas definidas para curto, médio e longo prazos, e aprovadas por lei municipal.

O que é Plano Piloto?
A expressão plano pilloto costuma se referir a qualquer plano preliminar ou de embasamento a um empreendimento. No entanto, a palavra está sobretudo associadaao urbanismo moderno de matriz funcionalista do século XX e se refere a planos urbanísticos de forma geral. Não deve ser confundido, no entanto, com o plano diretor.




Plano Piloto de Brasília


O Plano Piloto de Brasília, no Distrito Federal, foi projetado por Lúcio Costa, vencedor do concurso, em 1957, para o projeto urbanístico da Nova Capital. Teve sua forma inspirada pelo sinal da Cruz[1]. O formatoda área é popularmente comparado ao de umavião. Lucio Costa, entretanto, defendeu a tese de que a capital federal pudesse ser comparada a uma borboleta, rejeitando a comparação anterior.

LEI Usucapião
Usucapião (do latim usucapio, ou "adquirir pelo uso") é o direito que um cidadão adquire por possuir coisa móvel ou imóvel como se fosse sua, contínua e incontestadamente, decorrente do uso...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Velhos e novos princípios de urbanismo.
  • Novos Principios do Urbanismo
  • O novo urbanismo e o planejamento urbano no brasil
  • Resumo Os novos Princípios do Urbanismo
  • Cap 4 Os novos princípios do urbanismo
  • Resumo do livro: novos princípios do urbanismo
  • Resumo do livro francois ascher
  • novo urbanismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!