Novasmidiassss

Páginas: 9 (2152 palavras) Publicado: 12 de abril de 2015
 Michael Rush, em seu livro Novas Mídias na Arte Contemporânea, traça um panorama geral e evolutivo da arte temporal, que para ele seria o casamento da arte com a tecnologia, no qual a temporalidade da forma artística passou a ser central. Por essa evolução estar aliada ao surgimento das novas tecnologias, muito da produção artística refletia o contexto temporal e econômico de uma sociedade. Nosegundo capítulo de seu livro, Rush se detém sobre o surgimento da videoarte como forma de expressão artística. Para ele, a videoarte surge no contexto de meados dos anos 60, no qual estabelecia-se uma nova sociedade de consumo baseada em mundo cada vez mais dominado pelos meios de comunicação em massa. Nesse momento, o meio de comunicação em massa de maior expansão era a televisão, uma vez quejá em 1960, 90% dos lares americanos possuíam aparelhos televisivos.
Neste contexto, muitos artistas parecem ter seguido os estudos do autor canadense Marshall McLuhan. Para McLuhan, os meios de comunição em massa seriam novos meios de expressão e o uso desses novos meios “…é ,de certa forma, uma nova linguagem, uma nova codificação de experiência gerada coletivamente por novos hábitos de trabalhoe conscientização coletiva inclusiva”. Além disso, para McLuhan, “os novos meios de expressão não são maneiras de nos relacionarmos com o antigo mundo ‘real’; são o próprio mundo real e remodelam livremente o que resta do mundo antigo.” Dessa forma, era inevitável que os artistas dos anos 60 não voltassem suas energias e vontades criativas para as possibilidades do vídeo.
Segundo Rush, “umaideia fundamental defendida pela primeira geração de videoartistas era que, para existir uma relação crítica com a sociedade televisual, era preciso primeiramente participar de forma televisual.” Tal participação direta com a televisão ocorreu primeiramente por meio de artistas como o coreano Nam June Paik e o alemão Wolf Vostell. Ambos deslocaram o aparelho de televisão de seu contexto normal da salade estar de uma casa e o levaram à galerias de arte utilizando-se desse aparelho em suas obras, a partir de uma nova configuração espacial do local que a televisão deveria ocupar. Agora que a televisão estava liberada, por assim dizer, do controle dos produtores comerciais, os artistas podiam analisar o que colocariam nela para substituir a maioria do conteúdo comercial. Dessa forma, os artistasaplicaram seus esforços sobre as possibilidades criativas na produção de vídeos.
Bem no início das primeiras experimentações com vídeo, haviam dois tipos de práticas: os documentários dirigidos por ativistas ligados aos noticiários alternativos, que logo foram absorvidos pela televisão para as cobertura de notícias “em cima da hora” e mais propriamente , os vídeos artísticos. O vídeo como artesurge quando o vídeo passa a ser usado a partir de uma intenção artística, a obra não é um produto para venda ou consumo de massa. Para Rush, a arte está na intenção do artista. A estética de videoarte, por mais intencionalmente informal que possa ser, exige um ponto de partida artístico, por parte dos videoartistas, semelhante ao do empreendimento estético em geral. O vídeo, como forma de arte,deve ser distinguido dos usos de vídeo, mesmo os executados de modo artístico, ou seja, adaptados.
Torna-se interessante analisar o motivo pelo qual o vídeo tornou-se tão atrativo para alguns artistas como Nam June Paik e outros praticantes do início da videoarte, inclusive, Dan Graham, Bruce Nauman, Joan Jonas e John Baldessari. Segundo Rush, foi a capacidade de transmissão instantânea da imagempelo vídeo que mais os atraiu, além de seu preço relativamente acessível. Para Rush, esses artistas, todos eles preocupados com temas referentes ao tempo (e, frequentemente, também à memória), enxergaram a espontaneidade e a instantaneidade do vídeo como formas criativas, uma vez que o vídeo funcionava numa lógica diferente á lógica do filme. A natureza do vídeo registrava e revelava o tempo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!