normasparaelaboracaodorelatorio

Páginas: 10 (2432 palavras) Publicado: 21 de julho de 2015
UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
UNIDADE ACADÊMICA ESPECIAL DE CIÊNCIAS E
TECNOLOGIA
CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA

Disciplina: Química Geral Experimental
Professor: Juvenal C. S. Filho

Prática no 10
Título: Síntese de uma Crowned Porfirina

Curso: Química
Turma: I

Alunos: Fulano e Ciclano
Data:05/05/2015

1- Introdução
Porfirinas são compostos macrocíclicos naturais e desempenham importantespapéis
nos processos biológicos, estão presentes tanto em animais quanto em vegetais. Nos seres
humanos elas fazem parte de uma variedade de enzimas e proteínas, tipo a hemoglobina. São
formadas pela condensação de quatro anéis pirrólicos, estes são ligados por quatro pontes de
metino.[1]

N
NH

HN
N

Figura 1: Sistema macrociclo da porfirina.
Porfirinas oferecem a possibilidade de ter váriossubstituintes em várias posições do anel. O
controle sobre os grupos unidos ao redor do anel facilita a síntese das porfirinas para
aplicações específicas como fotocondução, catálise, terapia fotodinâmica, entre outros.[1]
Porfirinas se coordenam muito bem com íons metálicos, pois seu núcleo é um ligante
tetradentado com diâmetro interno de aproximadamente 3,7 Å. Quando ocorre a
coordenação, dois prótonssão perdidos pelos átomos do nitrogênio do pirrol e as duas cargas
negativas geradas são igualmente distribuídas em todo o anel porfirínico. [2]
As atividades biológicas mais relevantes que os pigmentos de pirrol exercem, são na forma de
complexos metálicos. Alguns exemplos são: Como complexos de Ferro nas hemoproteínas,
complexos de Magnésio nas clorofilas e cobalto na vitamina B12. [3]
1.1 - Oespectro eletrônico das Porfirinas
As porfirinas e seus quelatos metálicos apresentam características únicas nos espectros de
absorção UV/Vis. Elas possuem cinco bandas que são características dos compostos
porfirínicos. A mais intensa é chamada de Soret, com máximo de absorção entre 410 e 450 nm
e absortividades molares da ordem de 105 M-1cm-1. As demais bandas, chamadas bandas Q,
apresentam máximosde absorção na região entre 500 e 650 nm e absortividades molares
cerca de dez vezes menores que a banda Soret. As cinco bandas têm origem
predominantemente na transição π*←π. [2]
A caracterização inicial das porfirinas é geralmente, feita pela análise dos seus espectros de
absorção.
1.2 Tipos de porfirinas

As enzimas do citocromo P-450 são exemplos de porfirinas. Elas são importantes emprocessos
biológicos e também tecnológicos e indústrias químicas, já nos organismos elas atuam em
diversas reações, principalmente nas reações de oxidação seletiva de hidrocarbonetos. Tais
reações são interessantes para a indústria, e, portanto, vários pesquisadores da área de
química e bioquímica buscam compreender a natureza e o mecanismo das reações de

oxidação catalisadas por estas enzimas,pesquisando os modelos biomiméticos. [3]
A estrutura do citocromo P-450 compreende duas partes distintas, uma é matriz protéica e a
outra é o sítio catalítico. A primeira é responsável por fornecer um ambiente hidrofóbico para
a ligação e orientação do substrato, e a segunda possui o grupo heme, constituído de uma
porfirina.[11]

Figura 2: Estrutura base da enzima P-450.
Compostos modelos, capazes demimetizar o mecanismo de monooxigenação de enzimas P450, vêm sendo estudados como catalizadores biomiméticos também na oxigenação de
fármacos. [3]
A família dos citocromos P-450 está presente na maioria dos organismos vivos. Nos seres
humanos, se encontram nos órgãos, principalmente nos pulmões, intestino, fígado e rins.
Devido à sua participação na biossíntese e degradação de compostos endógenos,como
esteroides, ácidos gordos e protaglandinas, assim como na degradação de poluentes e
fármacos. O sistema enzimático desses compostos tem sido muito estudado. [8]
Por exemplo, hemoproteínas estão envolvidas na respiração, as principais representantes são:
hemoglobina e mioglobina, que são responsáveis respectivamente pelo transporte e
armazenamento do oxigênio molecular nos animais, eles...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!