normalistas

Páginas: 2 (498 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
Após uma leitura dinâmica, posso afirmar que no período republicano o interesse pela educação passou a ser mais evidenciado pela sociedade que queria que seus filhos aprendessem e que o poderpúblico passou a investir na educação de professoras para que essas pudessem ensinar, passou também a investir em escolas que pudessem acolher essas crianças. Mas na prática isso não funcionou pois asescolas dependiam de orçamento no qual muitas vezes eram insuficientes para o funcionamento e resultavam no fechamento da mesma.
Quando as escolas estavam funcionando era ensinado o que corresponde aoensino primário, as mulheres eram vistas como inferiores e as famílias ricas tinham direito a educação que era necessário para manter um casamento. O que também não deu certo foi a formação dasprofessoras pois não tinham uma proposta pedagógica e lecionavam somente uma matéria e somente para os meninos.
Em 1880 as professoras passaram a ministrar 5 matérias e somente com a inauguração de escolasestrangeiras os métodos de ensino foram modificados, foi criada então uma escola mista, pois queriam ensinar todas as mulheres como ser uma boa mãe e esposa. Porém elas ainda eram consideradas seresdependentes perante os homens, mas seriam superiores a eles na questão de educar.
A COEDUCAÇÃO DOS SEXOS NAS ESCOLAS NORMAIS.
Um grande problema para as escolas mistas que tinham como objetivo ensinaras prendas domésticas era o que ensinariam para os meninos, e se ensinassem conteúdos destinados para os meninos as meninas também iriam aprender. Com isso a maioria dos colégios decidiram continuareducando separadamente, pois os meninos aprendiam como proteger e as meninas como cuidar e reproduzir.
MENTES E CORPOS REGRADOS PARA A MANUTENÇÃO DA ORDEM SOCIAL.
A mulher ainda era consideradadependente do homem e os homens eram centrados na política, com isso a escola ainda era extremamente rígida diante dos papéis de cada sexo. Mas nesse período surgiu um movimento que defendia o ideal de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A normalista
  • A normalista
  • Analise
  • Filosofia da Educação para Normalistas
  • a normalista analise critica
  • Psicologia da Educação para Normalistas
  • Histórias de vida de professoras normalistas da microrregião de jacobina
  • A eterna normalista: labirintos da formação de professore(as) ruralistas em juazeiro do norte (ce)

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!