Nietzsche

Páginas: 8 (1824 palavras) Publicado: 9 de agosto de 2013
1. INTRODUÇÃO
Nietzsche foi um filósofo alemão da idade moderna e início da idade contemporânea, que atua com êxito na crítica a moral em uma época em que se pregava a importância da mesma na sociedade.
Ele expõe fragilidade dos valores e o quanto eles são humanos, não advindos de fonte divina, como diz a doutrina cristã. Esta recebe abordagem em outras obras elaboradas por Nietzche como oAnticristo.
Para comprovar seus pensamentos Nietzsche desenvolve a Genealogia da Moral que tem por finalidade fazer uma análise dos valores e de suas ligações com as tradições religiosas e filosóficas.
Observa-se que Nietzsche identifica dois tipos de moral a dos senhores a dos escravos, e da onde provem os valores éticos.
Por fim veremos que o filósofo sugere a transvaloração dos valores comoforma de atingir um plano extra-moral, pois o seu objetivo é justamente consolidar a moral como algo maléfico ao ser humano, diferentemente do que a igreja diz.


















2. DESENVOLVIMENTO
Nietzsche coloca-se contra toda filosofia sistemática, de Platão a Hegel. Aliás, ele subverte a noção tradicional segundo a qual a filosofia teria surgido com a superação do pensamentomítico. Ao estudar a transição do período arcaico ao clássico da Grécia Antiga, Nietzsche nota a existência de dois princípios contraditórios que, no entanto, se contrabalançavam e se completavam mútua e dialeticamente. Assim, ao “espírito apolíneo” contrapunha-se o “espírito dionisíaco”, ou seja, no lado oposto à racionalidade ordeira encontrava-se o excesso festivo e a embriaguez.
Nietzschepublicou em 1887 a obra Genealogia da Moral em que o mesmo trata a moral como problema e aborda com toda a radicalidade devida. A problematização de todas as concepções valorativas em sua base moral impulsionaria Nietzsche a repensar todos os tipos e métodos filosóficos, em sua vontade incondicional de verdade.
Tratar a moral como um problema implica em questionar o valor da verdade e os impulsosa ela subjacentes. A análise da moral possui uma forte conotação crítica, na medida que retira a máscara da pretensão da religião, da metafísica e da ciência, apontando para as suas fontes ascético - morais.
Primeiramente analisamos a história dos sentimentos morais, observando que são considerados o surgimento da fixação de erros.
É preciso, então, suprimir o além, restabelecer o equilíbrioentre os valores vitais (“espírito dionisíaco”) e a razão (“espírito apolíneo”), combater e inverter os valores da tradição cristã para que surjam outros, afirmativos da vida. A essa empreitada, Nietzsche chama “a transvalorização de todos os valores”. Transvaloração é rompimento com o homem ideal pela tradição para que se tenha o homem real, este que não segue e sofre as conseqüências de não aderiraos valores impostos, isto é, não ter medo de ser tachado como imoral por não segui-los, visto que o conceito que se tem de “bem e mal” varia de pessoa para outra.
Esta obra de Nietzsche se divide em tratados.
No primeiro tratado, o filósofo separa moral em duas espécies: a moral de escravos e a moral de senhores. Ele entende por nobre aquele em quem há uma afirmação positiva de si-mesmo,aqueles que eram os dominadores, os poderosos, os senhores; nobre é aquele que age positivamente na construção de seu si-mesmo por meio de si-mesmo. Difere-se do ressentido na medida em que para sentir-se feliz e bom precisa partir de si mesmo para tal, não de outrem. O ressentido, por sua vez, é aquele que para construir sua felicidade, precisa comparar-se a outro que lhe é diferente, um não - mesmo(um que não seja si - mesmo); este outro a quem se compara lhe é superior. Desta comparação nasce a inversão de valor “bom” e “mau”: “Bom sou eu, que sou inferior ao nobre (aquele que age) e mau é o nobre que, por ser superior a mim, me inferioriza”. Note-se que o ressentido sofre nesta comparação que ele mesmo faz, sente-se retraído, ofende-se. Ao comparar-se culpa o nobre (que lhe é superior)...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Nietzsche
  • nietzsche
  • Nietzsche
  • nietzsche
  • Nietzsche
  • Nietzsche
  • Nietzsche
  • Nietzsche

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!