Nicolau Maquiavel: o cidadão sem fortuna, o intelectual de virtù, In: WEFFORT, Francisco C. (org.). Os clássicos da política

Páginas: 3 (618 palavras) Publicado: 20 de novembro de 2014
SADEK, Maria Tereza. Nicolau Maquiavel: o cidadão sem fortuna, o intelectual de virtù, In: WEFFORT, Francisco C. (org.). Os clássicos da política. São Paulo: Ática, 2003, v.01, p.11-50.
João PauloCardoso dos Santos1
Possui graduação em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1969), mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo(1977), doutorado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (1984) e pós-doutorado na Universidade da Califórnia e na Universidade de Londres. Atualmente é colaboradora da Fundação GetúlioVargas RJ, pesquisadora senior e diretora de pesquisas do Centro Brasileiro de Estudos e Pesquisas Judiciais e professora doutora da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Ciência Política,com ênfase em Teoria Política, atuando principalmente nos seguintes temas: poder judiciário, ministério público, defensoria pública, acesso à justiça, constituição, justiça e democracia. Membro daComissão de Altos Estudos em Administração da Justiça.
No livro “Os clássicos da política” Sadek, constrói uma corrente de pensamento que mais adiante, quando se analisa as ideias de Maquiavel, se fazmais compreensível às interpretações da mesma. Sucintamente demostra características de remetente ao embasamento teórico de Nicolau Maquiavel, o que também facilita a leitura de sua obra “O Príncipe”.Sadek faz um levantamento histórico da vida de Maquiavel, trazendo fenômenos de sua época, estes eventos que aconteceram influenciam a concepção do autor ao elaborar seu pensamento. Vivendo em umséculo a qual a Itália seu país e constituído por principados e repúblicas, de onde havia conflitos entres os territórios; o seu cenário é um país dividido, de certa maneira, desunificado. Ao decorre docapítulo se faz presente trechos de sua obra, sendo notável o modo como Maquiavel interpreta a política de maneira como é que o governo se mantém e como deve ser para manter o poder e quem governa...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fichamento “Nicolau Maquiavel: o cidadão sem fortuna, o intelectual de virtú”
  • Nicolau Maquiavel: o cidadão sem fortuna, o intelectual de virtù.
  • Fichamento: nicolau maquiavel: o cidadão sem fortuna, o intelectual de virtú
  • Resumo: Nicolau Maquiavel: O cidadão sem fortuna, o intelectual de virtù.
  • Rousseau: da servidão à liberdade. In: WEFFORT, Francisco C(org.). Os clássicos da política.
  • Maquiavel " o cidadão sem fortuna o intelectual de virtu."
  • Sedek, Maria Tereza, “Nicolau Maquiavel: o Cidadão sem Fortuna, o Intelectual sem ‘Virtú’”.
  • O cidadão sem fortuna, o intelectual de virtú.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!