Nicholas Sparks

Páginas: 2 (273 palavras) Publicado: 27 de outubro de 2013
Nicholas Sparks


Afinal, muitos têm morrido e matado em nome desta visão da Divindade, tentando impor uma fé, uma crença ou um determinado ponto devista sobre o Criador. Deste ângulo, dá para compreender a revolta e a indignação do escritor. Para quem, porém, se considera ateu, ele discorre um pouco demaissobre Deus, a criação e a figura de Jesus.
Quem espera encontrar em Caim um livro de reflexões teológicas, um ensaio teórico ou uma forma de tirar satisfaçõescom Deus, está enganado. Saramago compõe uma ficção, literatura genuína, e espera provocar no leitor uma verdadeira avalanche interior, suficiente para queele reflita sobre todas as verdades em que sempre acreditou.
Saramago crê, como todo ateu, que Deus, o céu e o inferno são criações da própria Humanidade. Edefende também que, depois de algum tempo, o Homem se tornou submisso ao fruto de sua mente, deixando-se dominar pelas ideias que ele mesmo produziu.
José deSousa Saramago nasceu em Azinhaga no dia 16 de novembro de 1922; atuou como escritor, roteirista, jornalista e dramaturgo. Em sua vasta bibliografia épossível encontrar contos, romances e poemas. Nobel de Literatura de 1988, ele conquistou também o Prêmio Camões, o mais significativo da língua portuguesa.
Entreoutros livros ele escreveu Ensaio Sobre a Cegueira, transposto para as telas dos cinemas pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles, em 2008, sob uma produçãoque englobou Japão, Brasil, Uruguai e Canadá. Saramago morreu em 18 de junho de 2010, aos 87 anos de idade, em sua própria casa, vítima de leucemia crônica.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • nicholas sparks
  • Nicholas Sparks
  • Nicholas Sparks
  • Uma escolha por amor
  • Um Refúgio para a Vida Nicholas Sparks
  • A Escolha
  • Resenha: A Última Música
  • Resumo querido john

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!