Neuroanatomia Resumo

Páginas: 19 (4578 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
Neuroanatomia

1. MEDULA ESPINHAL

A medula espinhal é uma massa de tecido nervoso situada dentro do canal vertebral, onde há predominância de substância branca. Seu limite cranial ocorre com o bulbo, ao nível do forame magno do osso occiptal e seu limite caudal situa-se geralmente na vértebra L2.
A medula termina afilando-se para formar o cone medular que continua com um delgado filamentomeníngeo, o filamento terminal.
Não há uniformidade em seu calibre, pois ela apresenta duas dilatações, a intumescência cervical e a intumescência lombrar. Essas intumescências correspondem a áreas em que grossas raízes (fibras) nervosas fazem conexões, formando os plexos braquial e lombossacral, responsáveis pela inervação dos membros superiores e inferiores.

a) FORMA E ESTRUTURA

Asuperfície medular apresenta os seguintes sulcos longitudinais: sulco mediano posterior, fissura mediana anterior, sulco lateral anterior e sulco lateral posterior. Na medula cervical existe ainda o sulco intermédio posterior, que continua no septo intermédio posterior. As raízes ventrais dos nervos espinhais fazem conexões no sulco lateral anterior e as raízes dorsais no sulco lateral posterior.
Namedula, a substância cinzenta localiza-se por dentro da branca na forma de uma borboleta ou de um H. Distingue-se três colunas de cada lado no H medular: as colunas anterior, posterior e lateral. A última, no entanto, só aparece na medula torácica e parte da lombar. No centro do H, localiza-se o canal central da medula (resquício da luz do tubo neural).
A substância cinzenta, por outro lado, éformada por fibras, na maior parte mielínicas, que sobem e descem na medula e podem ser agrupadas em três funículos: funículos anterior, lateral e posterior.

b) CONEXÕES COM OS NERVOS ESPINHAIS

Nos sulcos lateral anterior e posterior conectam-se pequenos filamentos nervosos (radiculares) que se unem para formar, respectivamente, as raízes ventral (aferências motoras) e dorsal (aferênciassensoriais). Estas, por sua vez, unem-se para formar os nervos espinhais.

c) TOPOGRAFIA VERTEBROMEDULAR

No adulto, a medula não ocupa todo o canal vertebral, pois termina ao nível da L2. Abaixo deste nível, existe apenas meninges e raízes nervosas dos últimos nervos espinhais, que, dispostas em torno do cone medular e filamento terminal, constituem em conjunto a cauda equina.
A diferença detamanho entre medula e canal resultam de ritmos de crescimento diferentes, em sentido longitudinal. Consequentemente, há um afastamento entre segmentos medulares e vértebras correspondentes.

d) ENVOLTÓRIOS DA MEDULA: MENINGES

A medula é envolvida por membranas fibrosas (meninges), notadamente: dura máter, pia máter e aracnoide.
A dura máter é a mais espessa e externa, formada por abundantesfibras colágenas. Ela envolve toda a medula, sendo chamada de saco dural. Cranialmente ela continua com a dura máter craniana e caudalmente ela termina em um fundo de saco, ao nível da vértebra S2. Prolongamentos laterais embainham as raízes dos nervos espinhais, continuando com o epineuro (tecido conjuntivo), que envolve estes nervos.
A aracnoide espinhal se dispõe entre a dura e a pia. É umfolheto justaposto com a dura máter e um emaranhado de trabéculas aracnóideas, que une este folheto à pia máter.
A pia máter é a meninge mais delicada e interna. Adere intimamente ao tecido nervoso e penetra na fissura mediana anterior. Ela continua caudalmente no filamento terminal. A pia máter forma de cada lado da medula os ligamentos denticulados, que são elementos de fixação da medula.
Emrelação às meninges, existem três cavidades: epidural, subdural e subaracnóideo. O espaço epidural localiza-se entre a dura máter e o periósteo do canal vertebral; contém tecido adiposo e um grande número de veias (plexo venoso vertebral interno). A cavidade subdural situa-se entre a dura e a aracnoide e é uma fenda estreita contendo quantidade de líquor suficiente para evitar o atrito. O espaço...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo de Neuroanatomia
  • Resumo Neuroanatomia
  • Resumo neuroanatomia
  • Resumo Neuroanatomia
  • Resumo neuroanatomia
  • Resumo Neuroanatomia
  • Resumo de neuroanatomia tecido nervoso
  • ATPS Neuroanatomia Cerebelo resumo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!