Neoevolucionismo

Páginas: 8 (1832 palavras) Publicado: 23 de agosto de 2013
Neoevolucionismo
O neoevolucionismo cultural surge no inicio do século XX e tem como seus
representantes: Leslie A. White, V. Gordon Childe e Julian Steward.
Para eles, o estudo da evolução social está intimamente relacionado com o da evolução
tecnológica. Também descrevem o processo da cultura tendo por base etapas de
desenvolvimento.
Leslie A. White, seu maior defensor, preconizou oretorno à “culturologia”, que
consiste em elaborar generalizações relativas à evolução cultural. Seguiu o esquema de
Morgan, embora tenha estabelecido outro critério, o da energia do homem, para a delimitação
dos estágios de evolução.
Segundo Herskovits, White realizou intensa campanha para reabilitar o evolucionismo
e, em seus estudos, “apurou e refinou os conceitos dos evolucionistas”. Achavaque o erro
básico dos que atacam a evolução foi o de não terem conseguido “distinguir evolução da
cultura da história cultural dos povos”.
Renovou os conceitos sobre os quais podem ser estabelecidas generalizações, uma vez
que, para ele, o nível de desenvolvimento cultural deve ser avaliado pela quantidade de
energia de que uma sociedade dispõe. Desse modo, os índices de progresso seriamdefinidos,
levando em consideração o domínio sempre maior, no curso da historia, de fontes de energia
cada vez mais abundantes e diversificadas.
White afirma que o “homem explora seu modo circundante ou âmbito natural para
obter dele os meios que lhe permitem sustentar sua vida, perpetuar a espécie”. Considerava
importante estudar não só a evolução cultural, como também o estabelecimento dasseqüências de seu desenvolvimento e os fatores que a motivaram.
Estabeleceu, a exemplo de Morgan, três etapas principais de evolução, levando em
consideração a energia despedida pelo homem, que são:
Esquema de White
Períodos

Estágios

Selvageria
(Baixo)

Energia do próprio corpo, salvo exceções no emprego do fogo,
do vento e da água.

Barbárie
(Médio)

Energia na domesticação dosanimais e cultivo das plantas; na
fabricação e uso de instrumentos e de ferramentas; na invenção
do calendário e da escrita.

Civilização
(Alto)

Energia na descoberta e aplicação da máquina a vapor
(Revolução Industrial).

White negou a importância do estudo psicológico da cultura e enfatizou o de uma
ciência da culturologia. Valeu-se do método funcional-temporal e referiu-se à evolução detraços, instituições, sistema filosófico etc., Ou seja, da evolução cultural como um todo.

Os neoevolucionistas continuaram a preocupar-se com as fases do processo de
evolução cultural e deram grande ênfase ao aspecto material e técnico da cultura.
Crítica ao Neoevolucionismo
Lévi-Strauss não poupa críticas ao neoevolucionismo.
Entende que a idéia de progresso é uma noção ocidentalculturalmente específica. Por
essa razão rejeita o critério de Leslie White de que a quantidade de energia utilizada por uma
cultura fornece uma medida universal de progresso. Esse padrão etnocêntrico, segundo ele,
“corresponde a um ideal encontrado em determinados períodos históricos e é válido para
certos aspectos da civilização ocidental, mas não se aplica à grande maioria das sociedadeshumanas”.
Levis-Strauss ressalta que algumas sociedades consideradas primitivas sobrepujaram
em realizações morais e mesmo em algumas áreas tecnológicas as sociedades complexas do
ocidente. Tal como alguns povos da Polinésia, relevando-lhes um tipo de vida social e ética
mais livre e generosa que os europeus nem sequer poderiam suspeitar da possibilidade de
existência.
Lévi-Strauss esclarece que, sobo critério da quantidade de energia disponível per
capita, a sociedade norte-americana estaria em primeiro lugar do ranking da evolução. Mas se
o critério for outro, o grau de aptidão para triunfar sobre ambientes hostis, o primeiro lugar
seria ocupado pelos esquimós e beduínos. Se o critério fosse um estilo de vida mais livre e
generoso, as tribos polinésias certamente ganhariam. Para...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!