Negros no pós abolição

Páginas: 8 (1775 palavras) Publicado: 18 de outubro de 2011
Memórias do Cativeiro.

A intenção do trabalho é tentar demonstrar até que ponto estes projetos estiveram informados por um conhecimento pragmático das elites agrárias sobre as expectativas dos últimos libertos e de que maneira interagiram com as atitudes e opções adotadas por eles após o fim da escravidão.
Características específicas da escravidão e da população escrava passaram a seranalisadas para apreender aquilo que se tornou um diferencial marcante nos modernos estudos do pós-abolição: os projetos dos libertos, sua “visão” do que seria a liberdade, os significados deste conceito para a população que iria, finalmente, vivenciá-la, e não apenas para os que o definiram nos diferentes momentos do processo de emancipação. Em termos concretos, a liberdade alcançada com o fim legal daescravidão teve significados diferentes para ex-escravos urbanos e rurais, com habilitações profissionais ou “de roça”, homens ou mulheres. Foi diferente para ex-escravos que, como na Jamaica, eram majoritariamente africanos ou filhos destes, em relação àqueles que, como nos EUA, eram a várias gerações nascidos em terras americanas, ou ainda em situações como Cuba e Brasil, nas quais as váriassituações se misturavam. Foi diferente para populações que se acostumaram a misturar-se e a relacionar-se, por laços de vizinhança, compadrio, amizade ou casamento, a uma população livre pré-existente.
Foi diferente para os que se viram livres em sociedades com forte construção legal relacionando igualdade e acesso à cidadania política, com presunção de plenos direitos a todos os cidadãos (desdeque livres e homens) ou em sociedades onde esta presunção não existia na prática, nas quais relações pessoais se faziam definidoras de direitos num quadro de manutenção de relações hierárquicas e clientelísticas, como a brasileira.
Os resultados assim alcançados, associados com o conhecimento acumulado através da análise de fontes demográficas, cartorárias e judiciais, permitiram abordar aspectosdo processo de inserção social dos últimos libertos após o fim do cativeiro que as abordagens exclusivamente baseadas em fontes escritas, até então, não haviam conseguido explorar. Dentre estes aspectos, comecemos pelas opções que se abriram para os recém libertos sobre permanência, mobilidade em uma mesma região e migração, uma das primeiras decisões a serem tomadas.
Sobre a historiografia dassociedades pós-emancipação nas Américas, permite perceber que esta redefiniu, nos últimos anos, alguns dos conceitos chave para a abordagem da história do período. É comum percebermos nos textos sobre o assunto expressões que passaram a ganhar significado próprio. Uma delas e provavelmente a mais importante é a de “significados da liberdade” ou “visões da liberdade”. A partir dessas expressões, oshistoriadores vêm tentando resgatar a agência social dos libertos na construção das sociedades pós-abolição, buscando perceber em que medida o evolver das sociedades que atravessaram este processo foi também moldado pelas ações dos próprios libertos.

Nada além da Liberdade: a emancipação e seu legado.

Eric Foner explora os múltiplos significados atribuído pelos trabalhadores negros àEmancipação, esta entendida como um amplo processo de reorganização das forças políticas e econômicas, na qual tanto fazendeiros, quanto libertos desempenharam papéis históricos relevantes.
Em "A Política da Liberdade" o Autor estuda particularmente o processo de emancipação do Sul dos Estados Unidos e a especificidade da experiência da Reconstrução americana em suas diferentes fases. Pois, se aanálise do processo americano autoriza o Autor a traçar aproximações baseadas na constatação que em toda parte a problemática da emancipação girou em torno, por um lado, da questão do controle do trabalho e acesso aos recursos econômicos e, por outra, no desejo dos libertos de tornarem-se proprietários de terras, enquanto fonte de autonomia, esta mesma análise sugere que, no contexto americano, os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Negros pós aboliçao
  • Estudo sobre a perspectiva educacional do negro pos abolição na bahia
  • condições dos negros nos EUA depois da abolição
  • resenha pós abolição
  • A imagem do negro pos
  • ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA: MITO À CIDADANIA PLENA DO NEGRO NO BRASIL.
  • O PAPEL DO NEGRO NA SOCIEDADE PARAENSE APÓS A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA
  • resenha-A pós-abolição na Bahia: memória à construção da vida livre.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!