nefrologia

Páginas: 32 (7800 palavras) Publicado: 16 de maio de 2014
SUMÁRIO

1.INTRODUÇÃO 2
2. NEFROLOGIA 4
2.1 Hemodiálise 4
2.2 Tipos de Hemodiálise 5
2.3 Diálise 5
2.4 Diálise Peritoneal 6
2.5 Máquina de Diálise 7
3. FISIOPATOLOGIA SISTEMA URINÁRIO 8
4. FATORES DE RISCOS 9
4.1 Grupo de Risco 9
4.2 Glomerulonefrites 10
5. DIAGNÓSTICO 12
5.1. Diagnóstico Clinico 12
5.2 . Diagnóstico Laboratorial 13
6. TRATAMENTO CLINICO 15
6.1 Tipos deTratamento 16
6. PREVENÇÃO 17
7. COMPLICAÇÃO DA HEMODIÁLISE 18
8. TIPOS DE ALIMENTAÇÃO PACIENTE HEMODIÁLISE 20
9. INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA 22
10. INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA 23
11. TRANSPLANTE RENAL 24
12. A FILA DE ESPERA 25
13. HEMODIÁLISE NO BRASIL 27
14. ÓBITO 28
14.1 Hemodiálise em Maracaju 28
15.CONCLUSÃO 30
REFERÊNCIAS 32
ANEXOS 33












1. INTRODUÇÃONosso corpo é realmente uma grande maquina muito perfeita, capaz de realizar qualquer ação dentro do nosso organismo. Principalmente quando se refere o sistema excretório (Urinário). Porém precisamos sempre estar atento quanto, nossa saúde, pois nunca sabemos de fato o que poderá acontecer se não nos cuidarmos.
Umas delas pode ser as infecções na urina, que não tratada a tempo pode levara complicaçãoseria ou ate mesmo uma lesão no sistema que filtra todas as impurezas do nosso corpo, um órgão fundamental, o rim. A hemodiálise é um tratamento muito complicado, com alto índice de risco, pois o paciente entra na sala de tratamento mas não sabe , se retorna vivo para sua casa. São horas de sentados para a máquina fazer o trabalha de filtração, nesses momentos surgem as incertezas, angustia e atémesmo a falta de fé, amor, e descrença numa vida melhor. Eles ao mesmo tempo querem viver. As estatísticas mostram que, quando um paciente entra para a hemodiálise, a expectativa de vida que lhe resta é de menos de um quarto daquela da população saudável com a mesma idade. Dados estatísticos, contudo, não são capazes de quantificar o sofrimento de quem está em diálise.
As pessoas que têm saúde,por outro lado, só vão ao médico quando sentem dor, e algumas nem vão até que sintam muita dor. Isso é perigoso para elas, pois existem doenças silenciosas. A IRC (Insuficiência renal crônica)é um bom exemplo de doença que chega sem se anunciar. É crucial que as pessoas que não têm problemas de saúde consultem um clínico geral, e façam exames para verificar se há alterações estranhas e relevantesno organismo. A dor causada pela picada de uma agulha, para retirar sangue para os exames, é muito pouca comparada ao sofrimento pelo qual se pode passar após a descoberta tardia de algum problema importante.
Qualquer pessoa pode doar um rim e livrar um paciente renal do tormento da hemodiálise. Não precisa ser parente (pai, mãe, irmãos, tios, primos, avós): para testar a compatibilidade, bastater o mesmo tipo sanguíneo. Quando alguém se propõe a doar um rim a um familiar, amigo ou até a um mero conhecido, não só está livrando essa pessoa da diálise, como também diminuindo a longa fila e dando oportunidade a outros pacientes de fazer o transplante de cadáver mais rapidamente. Ou seja: é um bem que se faz não apenas a uma pessoa, mas a milhares.2. NEFROLOGIA

Nefrologia é a especialidade médica que se ocupa do diagnóstico e tratamento clínico das doenças do sistema urinário, em especial o rim. A urologia se ocupa do tratamento cirúrgico de tais doenças. A origem etimológica da palavra vem do grego (nephros, rim + logos, tratado), sendo nefrologia o estudo dos rins, de sua fisiologia e enfermidades do néfron, a unidademorfológica e funcional do rim.
Por vezes, essas doenças só afetam os rins mas so que na maior parte dos casos, as doenças que afetam os rins são doenças gerais, como a diabetes Mellitus, a hipertensão arterial e algumas doenças imunológicas, que provocam lesões em vários órgãos e também nos rins. A utilização inadequada de alguns medicamentos de uso corrente, como os analgésicos e os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Nefrologia
  • Nefrologia
  • nefrologia
  • Nefrologia
  • Artigo nefrologia
  • enfermagem em nefrologia
  • hipertensão e nefrologia
  • revisão e conceitos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!