Nas garras do Leviatã argentino

Páginas: 5 (1168 palavras) Publicado: 21 de julho de 2013
Nas garras do leviatã argentino


Fairclough define o discurso como forma de prática social e não como prática individual, pois é o modo de ação sobre o mundo, maneira de a sociedade agir sobre o mundo e as pessoas, como também um modo de representação dos eventos sociais.
Os discursos podem variar de acordo com os domínios sociais em que são gerados e a ordem em que os discursos sefiliam. Neste trabalho o gênero em questão é a reportagem, que apresenta caráter informativo-narrativo, partindo-se da realidade para a palavra, sendo a tela pela qual a sociedade se conecta aos eventos ocorridos globalmente, capaz de despertar no leitor diferentes leituras do mundo e da realidade noticiada.
Nesta análise, é discutida a multifuncionalidade dos textos distinguidos em gêneros,discursos e estilos, levando em consideração os três modos de prática social que o discurso configura: modo de agir, modo de representar, modo de ser.
Embasado nas macrofunções apresentadas por Halliday (1991) que propõe três tipos de significados: significado acional, modo de agir; o significado representacional relacionando-se ao conceito de discurso como modo de representação de aspectos do mundo,correspondente à função ideacional. E o significado identificacional relacionado aos estilos/modos de ser, em consonância com a identificação de atores sociais em textos. Sendo assim, será estabelecida uma abordagem entre os pressupostos teóricos e o discurso midiático produzido por Tatiana Gianini, na reportagem “Nas garras do leviatã argentino”, publicada na revista Veja, de 18/07/2012, volume:45, número: 29, página: 82.
A autora nos reposta às conseqüências sofridas pela sociedade argentina resultante da intervenção estatal do governo de Cristina Kirchner, eleita com 54% dos votos, na economia argentina.
O abalado da estrutura econômica marcou o cenário social do país em escala global, resultando na queda da atividade econômica em 20.000 postos de trabalhos, causando inquietaçõesnos trabalhadores que temem perder o seu emprego. Estabelecimentos comerciais, outrora tão disputados, encontram-se a mercê; lojas e centros comerciais estão em crise, faltam mercadorias para a reposição dos estoques; clínicas e hospitais faltam medicamentos. As restrições da presidente ainda se alastram em escolher quem pode ou não viajar, e no controle das exportações.
Os meios de comunicação éa forma como o sujeito contemporâneo acessa o mundo, traduzido através de palavras. A reportagem transforma um acontecimento que antes era de caráter individual em fenômeno social, sendo o jornalista o mediador entre o acontecimento e a realidade a ser explicada. É a notícia que inicia a relação interlocutiva entre os atores sociais envolvidos na reportagem. Essa interdiscursividade é apresentadano texto de Gianini, através das vozes presentes para a sustentação do discurso, qualificando- o como verdadeiro, uma vez que se impõe sobre outras vozes para afirmar a veracidade e autenticidade do discurso.
“Sem acesso a esses bens, não nos resta outra solução a não ser paralisar a produção, e o governo parece não entender que isso se converte em demissões e em retratação econômica” Disse aVEJA o executivo de uma montadora de automóveis.
Nota-se, que a autora menciona outros falantes, uma vez que o enunciado de outros integrantes linguisticos remete á questão da objetividade do discurso validando-o como verdadeiro. O fazer jornalístico carrega um forte caráter ideológico trazendo consigo as opiniões próprias e intenções pessoais do jornalista a cerca do evento noticiado, porémessas intenções não são ditas explicitamente, para tanto o jornalista lexicaliza a sua posição de modo polissêmico, distanciando de si a voz externa e usando a voz alheia para sustentar sua posição. Contanto, aparentemente o texto apresenta um caráter polifônico, uma vez que apresenta várias vozes, entretanto, é monofônico decorrente de todas as vozes compactuarem a mesma perspectiva ideológica.
A...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A garra
  • garra
  • Argentino
  • Argentinos
  • Leviatã
  • leviatã
  • Leviata
  • O leviatã

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!