nardoni

Páginas: 2 (259 palavras) Publicado: 11 de novembro de 2014


A chegada da pericia ao local







No apartamento, os peritos descobrem que a tela rompida é a da janela do quarto dos irmãos, não do quarto da Isabella. Recolhema tela e alguns utensílios de cozinha que possam ter sido usados para fazer o corte. Também levam amostras do sangue encontrado em vários pontos do apartamento e as roupas davítima, entre elas uma camiseta rasgada nas costas.










8 de abril (terça-feira)
Informações que fazem parte do laudo do Instituto Médico-Legal (IML) apontam que umapequena palmeira amorteceu o impacto da queda da menina.

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) voltam ao apartamento de Alexandre Nardoni e, dessa vez, acompanham osadvogados de defesa dele e da madrasta de Isabella, Anna Carolina Jatobá.
24/04/2008 - A Policia Científica juntamente com Peritos , delegados, promotor, se preparam para areconstituição do Crime. Conforme informações prestadas pela Defesa do Casal Nardoni, eles não acompanharam a Reconstituição.
Reconstituição

Os resultados da perícia mostram queNardoni jogou Isabella pela janela minutos depois de Anna Carolina, madrasta da menina, tê-la asfixiado.
 
.








 













A chegada da mãe ao localSegundo Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabella Nardoni, quando ela chegou ao local, a única coisa que passou pela sua cabeça era em socorrer a filha, levá-la para o hospital,porém tinha-se aquele cuidado de não mexer na criança para não prejudicar causando alguma lesão.







Na sala do júri, o avô materno de Isabella, José Arcanjo de Oliveira,fez sinal de vitória à imprensa, comemorando a decisão. Antes de deixar o plenário.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Caso nardoni
  • Caso Nardoni
  • Caso nardoni
  • Isabella Nardoni
  • Trabalho sobre o Caso Nardoni
  • Peça processual apelação de nardoni
  • Caso Nardoni e Dosimentria
  • CASO ISABELLA NARDONI

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!