narcisismo

Páginas: 33 (8031 palavras) Publicado: 2 de abril de 2014
Simbiose e narcisismo em Dom Casmurro, de Machado de Assis: uma abordagem psicanalítica, p.145 - 164

SIMBIOSE E NARCISISMO EM DOM
CASMURRO, DE MACHADO DE ASSIS:
UMA ABORDAGEM PSICANALÍTICA
Nícea Helena Nogueira (CES/JF)*
Risiel Cristine Pires Koch Torres (CES/JF)**

Artigo recebido em: 11/11/2009
Aceito para publicação:21/12/2009

RESUMO

Neste artigo, aborda-se a representaçãoliterária da co-dependência entre
familiares e cônjuges no romance Dom Casmurro, de Machado de Assis. Objetivase o estudo dos conceitos do narcisismo e simbiose na Psicanálise em comparação
com a Literatura. Primeiramente será utilizado o texto freudiano para a definição
dos referidos conceitos para, então, observar outros autores que reescreveram a
Psicanálise. O texto machadiano será utilizadopara fazer os entrelaces práticos
da obra de arte com a vida real, ou seja, vislumbrar o sofrimento humano numa
ótica psicológica e literária, fazendo uma correlação interdisciplinar.
Palavras–chave: Narcisismo. Simbiose. Psicanálise. Literatura. Dom Casmurro.
ABSTRACT

In this study, the literary representation of codependence among relatives and
partners is studied. It aims at defining theconcepts of Narcisism and Symbiosis in
Psychoanalysis in comparison to the use of these very same concepts in Literature.
At first, Freudian text will be used to define those concepts and then to observe
other authors who have rewritten Psychoanalysis in the last decades. The novel
by Machado de Assis is of interest to establish practical relations between work of
art and real life in orderto reveal human suffering from a psychologic and literary
point of view, tracing a interdisciplinary approach.
Keywords: Narcisism. Symbiosis. Psychoanalysis. Literature. Dom Casmurro.
*Doutora em Letras pela UNESP-São José do Rio Preto; Coordenadora do Programa de Mestrado em Letras do
CES/JF; Professora dos cursos de Graduação em Letras, História e Comunicação Social do CES/JF.
**Mestre emPsicologia pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora – CES/JF; Coordenadora e Professora do
Curso de Psicologia da UNIPAC-Ubá – MG; Mestranda em Letras: Literatura Brasileira pelo CES/JF, Graduada em
Psicologia pelo CES/JF.

145
Juiz de Fora, v. 9, n. 17, jan./jun. 2010

Nícea Helena Nogueira e Risiel Cristine Pires Koch Torres

1 INTRODUÇÃO
Inicialmente, enfatizaremos o conceitode narcisismo para que
possamos estabelecer pontes da Psicanálise freudiana a outras vertentes
psicanalíticas com a Literatura. Mostraremos a simbiose como ponto de
partida, num processo de desenvolvimento para todos os relacionamentos
humanos e como sua inapropriação pode ser desastrosa no desenrolar da
vida humana.
O conceito de co-dependência não será aqui esmiuçado. Entenda-seco-dependência, neste estudo, como toda relação simbiótica estabelecida
com sofrimento de uma pessoa que faz sofrer quem está ao seu lado dentro
de uma relação amorosa. O termo é tirado da medicina em 1970, em
virtude dos movimentos culturais que abriram espaço para a drogadicção e
alcoolismo nos Estados Unidos, conforme relatos dos grupos A.A. (Alcóolicos
Anônimos) da época em questão.
2 NARCISISMO EMFREUD: O CONCEITO
Há que se observar que narcisismo é uma tradução da palavra alemã
narzissmus. Na tradição grega, o termo narcisismo designa o amor de um
indivíduo por si mesmo. Filho do rio Céfiso e da ninfa Liríope, o belo e jovem
Narciso, da lenda contada por Ovídio, apaixona-se por sua imagem refletida
num lago próximo a Tebas, a quem tenta desesperadamente abraçar. Narciso
nãopercebendo que se tratava dele próprio, desespera-se por tentar abraçar
a imagem e não conseguir captá-la, por isso, fica ali, definha-se e morre.
Narciso era incapaz de amar a diferença e de ter objetos amorosos que
não fossem a sua própria imagem ou o reflexo dela. No texto de Machado,
encontramos logo no início, numa intertextualidade: “Casmurro não está
aqui no sentido que eles lhe dão, mas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Narcisismo
  • Narcisismo
  • narcisismo
  • Narcisismo
  • narcisismo
  • Narcisismo
  • Narcisismo
  • Narcisismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!