Não Tem

Páginas: 3 (697 palavras) Publicado: 4 de setembro de 2014

Era uma vez um rapaz chamado Romualdo, que vivia em um barraco em meio a favela do Paraisópolis, São Paulo. Romualdo tinha uma paixão secreta por Vanicléia, diarista que vivia em um cortiço daregião do Belém-Brás, na mesma capital paulista. Certo dia Clodoaldo, irmão gêmeo e mau caráter de Romualdo, começa a assediar sexualmente Vanicléia. Esta, tomada por um espirito de lascívia e puroromance, cede ao impulsos de Clodoaldo e juntos em um caso dentro do supracitado Cortiço. Nascem três crianças como fruto desta paixão, resultando na morte da mãe durante os trabalhos de parto. Romualdo,cego pela loucura e ciúmes, assassina as três crianças ateando fogo ao cortiço, onde também residiam outras 29 famílias, que fogem ao primeiro sinal da presença do corpo de bombeiros e polícia militarque se aproximam. Romualdo trava uma batalha com seu irmão Clodoaldo em meio ao cortiço em chamas, onde Clodoaldo revela que não é irmão de Romualdo, e sim um amigo de infância criado pela mesma mãe,revelando sua paixão e sentimentos amorosos pelo irmão/colega/amigo de infância. Os dois se entregam a um beijo apaixonado em meio ao fogo do cortiço, que os consome seus corpos e amor eterno.
A obradescreve a ascensão social do comerciante português João Romão, dono de uma venda, uma pedreira e um cortiço, próximo ao sobrado de um patrício endinheirado, o comendador Miranda. A rivalidade entreos dois aumenta à medida que cresce o número de casinhas do cortiço, alugadas, na sua maioria, pelos empregados da pedreira, que também fazem compras na venda de João Romão, que, desse modo passa aenriquecer rapidamente. Com a intenção obsessiva de tornar-se rico, João Romão economiza cada moeda e explora quem for sempre que tem oportunidade como a escrava fugida chamada Bertoleza que o auxiliano trabalho duro e para quem ele forjou um documento de alforria.
O sonho de João Romão é adquirir prestígio social, como seu patrício Miranda. Este, à medida que o vendeiro vai enriquecendo, passa...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Não é Não
  • nao tenho
  • Não tenho
  • Não tem
  • nao tem
  • não tenho
  • não tenho
  • Não tem

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!