Musicas para surdos fundamentação teórica

Páginas: 7 (1625 palavras) Publicado: 19 de agosto de 2014
Fundamentacão teórica:
Os surdos podem ter acesso à música: de sua forma, de seu jeito próprio. Segundo Helena Coelho, o canto é uma forma de comunicação pelo toque. A energia enviada pelo cantor por intermédio das vibrações sonoras de sua voz “toca” de forma fisicamente mecânica o tímpano do ouvinte. Mas não só o tímpano. Todo o 3 corpo do cantor é uma fonte sonora esférica e todo o corpodo ouvinte é um receptor sonoro imerso no campo dessas vibrações. Assim sendo,
falar/cantar e escutar é uma espécie de “toque absoluto” (Coelho, 1991).
Olhando por este ângulo, é possível dizer que os surdos podem curtir este “toque” proporcionado pela música. A experiência da surdez potencializa não apenas a visão, mas todo o corpo do surdo, levando-o a experimentar as vibrações de forma atémais intensa que os ouvintes.
É necessário, então, entender que ser surdo é muito mais que não ouvir,que não falar, que não cantar, que não tocar instrumento: esta perspectiva da “negatividade” embaça a perspectiva da potencialidade. Ser surdo é experimentar uma forma diferenciada de ser, a qual se baseia primordialmente nas experiências visuais para a leitura do mundo. Em verdade, surdez é muitomais que privação sensorial, muito mais que a experiência de uma falta.
Os surdos não têm como única característica a surdez, por isto não podemos falar dos surdos como uma totalidade, entretanto, podemos falar deles como um grupo sócio-cultural, comunitário e plural. Logo, não podemos falar em Educação Musical para surdos pensando num surdo idealizado, pois os surdos diferem muito entre si e osdiferentes graus de surdez, aliados às diferentes experiências familiares, sociais e culturais, certamente diferenciarão os graus de interesse pela música, ou pela Educação Musical, ou pelos instrumentos musicais.
Há surdos que odeiam música, mas há surdos que amam a música. Há surdos que entendem a música, há surdos que nem querem entender a música. Há surdos que se emocionam com a música, hásurdos que se sentem indiferentes com a música. Há surdos que têm maiores condições de deliciar-se com a música. Há surdos que jamais passarão por uma experiência de sentir prazer na presença de alguma peça musical. Tudo isto porque existem diferentes graus de surdez e diferentes experiências sociais com a música: isto faz uma enorme diferença quanto aos objetivos educacionais.
No entanto,independentemente das diferenças que existem entre os surdos, a surdez impõe-se como uma característica que ultrapassa as determinações de classe, de gênero, de raça, fazendo com que se possa falar dos surdos como um grupo que compartilha modos de existir e que, por causa desta característica ressaltante, tendem a formar comunidades que compartilham experiências, interpretações, significados erepresentações. Isto faz com que seja possível dizer que os surdos, de modo geral, não têm muito interesse pela música, sabendo-se que esta afirmação não envolve todos os surdos. Da mesma forma, se pode afirmar que os surdos, de modo geral, têm muito interesse pela dança, sabendo-se, também, que esta afirmação não envolve todos os surdos.

Questionando as estratégias
Existem surdos e surdos, mas,algumas características são comuns à maioria dos surdos: utilizam prioritariamente a visão para captar as informações do meio; têm a potencialidade natural para usar uma língua gesto-visual; estão constituindo sua história na luta contra a opressão e a discriminação, dentre outras características.
Estas características reafirmam a necessidade de estratégias educacionais completamente diferentes dasque são utilizadas para os ouvintes, não só na Educação Musical, mas em todas as propostas educacionais.
Ajudar o surdo a apreciar a música e a conhecer a importância da música nas sociedades humanas há que demandar um trabalho completamente diferente daquele que se realiza com os ouvintes. Os objetivos e as estratégias pedagógicas serão outros, pois o público é diferenciado.
Geralmente o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fundamentação teórica
  • Fundamentação teorica
  • fundamentação teorica
  • Fundamentação Teorica
  • fundamentação teórica
  • Fundamentação Teorica
  • Fundamentação teórica
  • Fundamentacao teorica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!