Muito prazer, meu nome é otário.

656 palavras 3 páginas
Muito prazer, meu nome é otário.
Não é de hoje que a prestação de serviços em Marabá tem decepcionado a população. Pagamos horrores de impostos, vivemos presos em nossas casas, o atendimento hospital é de qualidade duvidosa, as ruas - sejam elas asfaltadas ou não - estão todas esburacadas. E para exemplificar a situação dos serviços em nossa cidade, descrevo a seguir algumas situações que não deveriam ocorrer com os cidadãos marabaenses.
Em 2009 minha mulher foi furtada em Goiânia, os larápios levaram todos os seus documentos pessoais. Registramos ocorrência imediatamente. Ao retornar a Marabá, procuramos o DETRAN para requer segunda via de usa CNH.Surpresa! O atendente informou que aquele órgão na aceitava boletim de ocorrências de outro estado. Após cinco viagens à delegacia conseguimos registrar a bendita ocorrência nos moldes que o DETRAN aceitava.
Em 2010, numa noite em que faltou energia, por volta de 20h, minha mulher torceu o tornozelo. Era uma da manhã, ela não suportava tanta dor. A levei até o HOSPITAL MUNICIPAL , e o distinto servidor que deveria operar a máquina de RAIO-X estava debruçado sobre uma mesa quando me apresentei. Ele apenas levantou a cabeça e disse que eu voltasse no outro dia, pois a máquina estava quebrada. Tentei alongar a conversa, ele me cortou perguntando se aquela era hora de alguém torcer o tornozelo. Pode?!?!
Quando eu tinha telefone fixo da OI cheguei a pagar uma conta de R$ 10,00 para o SRY LANKA. Como pode? Se nem ao menos sei como se diz “bom dia” em cingalês!
Nos bancos, esforço-me para não lembrar da famosa lei do atendimento em 30 minutos, para tentar minimizar a impaciência por não ter meu direito respeitado. Em 2011 recordo ter ficado de 13:05h até 17:37h no BANCO DO BRASIL da Folha 32 para descontar um cheque.
Dia desses cheguei na lanchonete do supermercado Valor no bairro laranjeiras, havia duas funcionárias e pedi um suco de laranja. Uma das moças não me deu a mínima e a outra disse que no momento estava ocupada

Relacionados

  • Malandragem
    2067 palavras | 9 páginas
  • Psicopatia
    2525 palavras | 11 páginas
  • Artes
    2523 palavras | 11 páginas
  • 0000000000
    2254 palavras | 10 páginas
  • Segurança na internet
    2038 palavras | 9 páginas
  • Português
    4720 palavras | 19 páginas
  • A malandragem e o jeitinho brasileiro
    774 palavras | 4 páginas
  • Flor de cerrado Maria Amélia Mello
    1980 palavras | 8 páginas
  • Costumes
    2765 palavras | 12 páginas
  • introdução a educação
    2221 palavras | 9 páginas