Mrp - gestão de armazéns

Páginas: 29 (7144 palavras) Publicado: 19 de abril de 2011
CAPÍTULO V Planeamento das Necessidades de Materiais
Este capítulo tem como objectivo dar a conhecer a técnica MRP, os princípios em que se baseia, a sua lógica de funcionamento, seu enquadramento nos sistemas de planeamento e controlo da produção, vantagens e desvantagens, etc.. Além disso também se apresenta neste capítulo, os tipos de informação de entradas necessárias para o processamento doMRP, entre os quais as listas de materiais e o Planeamento Director de Produção. Alguns exemplos de aplicação do MRP são apresentados para clarificar a sua lógica de processamento e no final do capítulo são propostos alguns exercícios práticos.

5.1 Introdução
O planeamento dos requisitos ou das necessidades de materiais consiste em criar condições para que os materiais necessários parafabrico e/ou montagem de produtos intermédios, módulos, opções ou produtos finais, existam em quantidade, qualidade e no momento apropriado por forma a garantir os compromissos de entregas. A título de exemplo: Sabendo que é necessário entregar no dia 10, uma quantidade de 50 computadores, e sabendo que a montagem demora 2 dias, é necessário garantir que no dia 8 haja, preparados para montagem, 50teclados, 50 placas-mãe, 50 ratos, etc.. Ora, este caso simples pode ser levado a cabo apenas usando as capacidades de memória e organização de uma pessoa. No entanto, se considerarmos centenas de encomendas de produtos diferentes e com necessidades de materiais também diferentes, é fácil notar que se torna muito mais complexo garantir que todos os materiais estarão disponíveis quando necessário. Umaforma de resolver os problemas de planeamento das necessidades de materiais passa por ter em armazém grandes quantidades de todos os materiais necessários e assim garantir que nunca haverá falta de qualquer material para fabrico e/ou montagem. Esta táctica, embora parecendo eficaz tem os seus problemas. Em primeiro lugar há materiais que se deterioram com o tempo, em segundo lugar aconteceriacertamente que alguns materiais ao deixarem de ter procura ficariam indefinidamente em armazém e por último, tal táctica ficaria extremamente dispendiosa. Tradicionalmente, e para minimizar os custos de armazenagem, criaram-se modelos de gestão de stocks (em português: gestão de inventários) com o objectivo de garantir a satisfação da procura. A aplicação destes modelos não resulta eficiente na maiorparte dos sistemas produtivos existentes pois não reflectem adequadamente a realidade dos ambientes produtivos (Orlicky 1975). No entanto hoje, e com a disponibilidade de computadores a preços acessíveis, outras técnicas forma entretanto desenvolvidas para levar a cabo, mais economicamente, a tarefa de planeamento das necessidades de materiais. Uma das técnicas mais famosas e mais utilizadas é atécnica MRP. É no entanto importante notar que alguns modelos de gestão de inventários são ainda hoje usados com vantagens competitivas no planeamento de alguns tipos de materiais. Joseph Orlicky, considerado por muitas autoridades da matéria, como o pai do MRP moderno, trata o MRP como “Revolução Copérnica”. A diferença entre o MRP e as abordagens tradicionais do planeamento e controlo da produçãosão como a diferença entre a terra andar à volta do sol e o sol andar à volta da terra. Para empresas que fazem montagem de produtos finais a partir de componentes produzidos em lotes, MRP é a pedra angular para a criação de planos detalhados das necessidades.

Capítulo V – Planeamento das Necessidades de Materiais

5.2 Conceitos
5.2.1 Os Inventários nos sistemas produtivos Uma grande partedos tipos de armazenagem existentes nos sistemas produtivos apresentam características que pouco ou nada tem em comum com os modelos clássicos de gestão de inventários. É frequente notar que a aplicação de tais modelos à gestão dos inventários típicos dos sistemas produtivos resulta em fracasso. Um dos principais problemas advém da natureza da procura dos itens em causa. Os inventários típicos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sistemas de Gestão Logística
  • Gestão de Alta Performance em Armazéns
  • mrp
  • importância das estratégias de produção na gestão de armazéns
  • Trabalho PPCP
  • armazém
  • Armazém
  • armazem

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!