Motores elétricos e de combustão interna

Páginas: 15 (3515 palavras) Publicado: 23 de maio de 2012
Trabalho de Princípios tecnológicos
-
Motores elétricos e de combustão interna




Profº: Jorge Luiz

Aluno:Luiz Dias de Siqueira Junior nº 03
Motores elétricos

A aprovação da “Lei de Eficiência Energética” (Lei nº 10.295 de 17.out.2001 – BRASIL, 2001b), cuja tramitação no Congresso Nacional iniciou em 1990, vem instituir a etiquetagem obrigatória no Brasil, mecanismo de reconhecidaeficácia para melhorar o uso eficiente de energia. O primeiro equipamento a ser regulamentado foi o motor elétrico trifásico, através do Decreto 4.508, de 11.dez.2002 (BRASIL, 2002). Estima-se que este equipamento pode chegar a consumir 32% da energia elétrica do país (MME, 2001, p. 23).
Programas de Etiquetagem (como o PBE – Programa Brasileiro de Etiquetagem –
ver item 2.1) e Padronização(agora aqui introduzido com a Lei de Eficiência Energética) são técnicas consagradas e hoje adotadas em mais de 25 países, na página 6). No entanto, cabe indagar-se qual a economia a ser obtida com a Lei.
Esta é uma pergunta difícil porque envolve várias questões: como (com que carregamento e rendimento) e quanto (horas/ano) operam os motores? E, o que é pior, onde estão os dados?
Estimativas têmsido feitas, chegando a apontar uma economia de 4%3. Este trabalho pretende, a partir de dados coletados em chão-de-fábrica para a elaboração de diagnósticos energéticos, estimar o impacto da Lei e verificar que projeções podem ser feitas para o cenário nacional. Por ser uma amostra com reduzida validade estatística, o estudo só pode apontar caminhos.
Para responder às perguntas acima, considerandoque a Lei estabelece apenas o rendimento nominal dos motores, por potência e polaridade, faz-se necessário avaliar-se primeiramente: Como e quanto operam os motores da indústria? Qual a sua distribuição por velocidade e potência? Qual o rendimento operacional (diferente do nominal, apresentado na Lei)? Qual o ganho com a troca pelos novos motores? Adicionalmente, a
existência de motores de altorendimento e índices mínimos estabelecidos para esta categoria pela Lei, leva às perguntas: Qual o ganho obtido se os índices estabelecidos para motores padrão tivessem sidos os considerados para motores de alto rendimento? Qual o investimento associado, já que estes motores são mais caros e às vezes construídos em diferentes carcaças? É viável, do ponto de vista financeiro, considerarem-se estesíndices? E, além da aplicação da Lei, o que se pode fazer adicionalmente para tornar mais eficiente a operação dos motores? Finalmente, já que a amostra não tem o rigor necessário, indicar os passos a percorrer para se ter uma boa resposta a estas perguntas.
A eficiência energética é, hoje, uma questão crucial para a Humanidade – Geller (2003, p.2), em seu último livro Energy Revolution, afirmaque “as atuais fontes de energia e padrões de uso são insustentáveis. O consumo cada vez maior de combustíveis fósseis causará enorme dano ao meio ambiente, riscos sem precedentes à mudança do clima, e esgotará rapidamente as reservas de petróleo”. Não é uma mensagem pessimista, pois logo adiante acrescenta que uma “revolução energética” é possível e desejável. Enfatizando-se uma eficiênciaenergética muito maior e ganhando-se confiança nas energias renováveis, todos os problemas relativos aos atuais padrões de uso de energia e suas tendências podem ser mitigados (GELLER, 2003).
No Brasil, o racionamento de 2001 mostrou duramente que a energia (em especial, a que vem sob a forma de eletricidade) não é abundante e nem tem custo de oportunidade nulo, como têm mostrado os aumentos de tarifa.A conjuntura de sobreoferta de energia elétrica de 2003 não deveria desestimular o esforço em eficiência energética, assim como não o tem feito com as energias renováveis.

Motores elétricos na indústria

As atividades fabris requerem, em princípio, um motor robusto, de alta confiabilidade, boa eficiência, que reaja bem a variações de carga, com baixo custo. Alguns processos requerem...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Integração do motor elétrico e automação weg para avaliação do desempenho de motores a combustão interna
  • Motores de combustao interna
  • Projeto de Motor de Combustão interna
  • Motores de combustão interna
  • Motores de combustão interna
  • questionário de motores de combustão interna
  • Os sistemas de um motor de combustão interna
  • Motores de combustão interna

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!