motivacao e transtorno alimentar

Páginas: 5 (1101 palavras) Publicado: 3 de junho de 2015
1. TRANSTORNO ALIMENTAR

Cada indivíduo, em particular está sujeito a fatores genéticos na escolha do tipo e da quantidade de alimentos a consumir. Este comportamento alimentar pode ser regulado por números mecanismos e estes podem variar entre as pessoas e até mesmo entre uma mesma pessoa, dependendo do estado emocional.
O transtorno alimentar tem duas principais funções: manter a quantidade denutrientes necessárias a nossa sobrevivência (processos fisiológicos) e o prazer que o ato de comer nos proporciona, liberando neurotransmissores (serotonina e dopamina) responsáveis pelo prazer e bem estar. Ambas as funções só podem ser realizadas se existir motivação, ou seja, se existir impulso que levam o indivíduo a realizar ajustes corporais e comportamentais (Lent, 2004).
Sentimos fomequando a estômago começa roncar. O estômago é um importante regulador do apetite. Quando está vazio, há a liberação de Grelina, um hormônio que age no cérebro e dispara a sensação de fome que diminui gradativamente à medida que comemos.
A passagem dos alimentos para os intestinos provoca a liberação de outro hormônio, representado pela sigla PYY, que também age no cérebro, ativando o centro desaciedade e provocando a perda de apetite. O balanço estabelecido entre esses dois hormônios, Grelina e PYY, indica quando se deve iniciar ou terminar uma refeição.
Quando nosso sistema está em desiquilíbrio, há possibilidade de desencadear alguns transtornos alimentares, como anorexia, bulimia e obesidade. Esses transtornos podem ser caracterizados como uma doença causada por problemas psicológicos eemocionais.
Nos últimos anos, as mulheres têm sido vítimas de diversos padrões de aparência física, que as têm submetido a fortes pressões e a dietas com o objetivo de corresponder às expectativas sociais de magreza.
A preocupação das mulheres com a boa forma tornou-se tão radical que o ideal de magreza acabou transformando-se, cada vez mais, num padrão irrealista e destrutivo, no caso daobesidade a pessoa come compulsivamente vendo neste ato um mecanismo de prazer.

1.1. Anorexia nervosa

É caracterizada pela perda de peso extrema auto imposta, pelo menos 15% do peso normal mínimo no individuo. Alguns anoréxicos pesam menos do que 50% de seu peso e dos problemas resultantes, o anoréxico típico negam que exista um problema e se recusa a adquirir peso, eles frequentemente acham queparecem muito gordo. Para o diagnóstico de anorexia em mulheres, alem de perda de peso, elas também devem ter parado de menstruar. A perda de peso pode ter diversos efeitos colaterais perigosos, que incluem emaciação, suscetibilidade à infecção e outros sintomas de desnutrição. Em casos extremos, os efeitos colaterais podem causar morte.
A anorexia tem 20 vezes mais chances de ocorrer em mulheres do queem homens; a maioria dos casos são mulheres jovens entre a adolescência e os 30 anos. Tipicamente, os anoréxicos se concentram totalmente na comida, cuidadosamente calculando a quantidade de calorias em tudo que consomem. As vezes está preocupação chega ao ponto da obsessão.

1.2. Bulimia nervosa

Caracteriza-se por episódios recorrentes de ingestão exagerada de alimentos (rápido consumo de umagrande quantidade de comida em um período distinto de tempo), seguida por tentativas de purgar o excesso por meio de vômitos ou laxantes.
Uma pesquisa com mulheres com bulimia constatou que a maioria das mulheres comia exageradamente pelo menos uma vez ao dia (geralmente à noite) e em média estes episódios envolviam o consumo de 4,800 calorias (muitas vezes alimentos doces ou carboidratossalgados). Entretanto, por causa da purgação bulímica pode permanecer relativamente normal; isso permite que os bulímicos mantenham seu distúrbio alimentar ocultos. Porém, esse comportamento pode ter um alto custo fisiológico; vômito e uso de laxantes pode romper o equilíbrio de potássio no corpo, o que pode acarretar problemas como desidratação, arritmias cardíacas e infecções urinárias.
Como a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Transtornos alimentares
  • Transtornos alimentares
  • transtorno alimentar
  • Transtornos alimentares
  • transtornos alimentares
  • Transtorno Alimentar
  • Transtornos alimentares
  • Transtorno Alimentar

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!