Modernismo

Páginas: 22 (5372 palavras) Publicado: 29 de outubro de 2013

FAETEC

Curso: Modernismo
Aluno: Luciano Marques da Silva Guimarães . Nº : 11
Turma: 3441
Professor: Barbara
Matéria: Literatura

Trabalho
De
Literatura .


Não é raro ouvir dizer que Machado de Assis, mais que um autor do século XIX, é um autor do século XX, de tal modo sua obra mostrou afinidades com a produção modernista, em especial a da primeirametade do século passado. Acredito que os precursores dessa linha de pensamento, e de certa forma os que a consolidaram, lançando a base para digressões futuras, foram Antônio Candido, Haroldo de Campos e João Alexandre Barbosa. 
No ano de 1968, no já bastante citado "Esquema de Machado de Assis", Antônio Candido afirma que podemos encontrar na ficção machadiana, sobretudo entre 1880 e 1900,"disfarçados por curiosos traços arcaizantes, alguns dos temas que seriam característicos da ficção do século XX." (CANDIDO, 1995, p. 20)
A tese de Candido é a de que Machado teria sido reconhecido em vida como grande escritor não pelo que pudesse de fato interessar em sua obra, do ponto-de-vista de uma crítica literária mais amadurecida, e sim por algo que seria apenas uma tintura de superfície: suaerudição, sua elegância, seu estilo vazado numa linguagem castiça. Apenas no decorrer do século XX, em especial depois dos anos 40, segundo Candido, a crítica soube ler Machado como algo além de um escritor bem-comportado, de uma ironia fina mas sem maiores consequências para a problematização do status quo de uma casta intelectual movida pela retórica vazia e pela troca de gentilezas nos jornais enos salões. Para Antônio Candido, a obra machadiana apresentaria alguns traços que a ligariam a uma estética literária moderna. O primeiro deles seria o do tratamento da questão da identidade, que, em Machado, resulta na relativização dos limites entre razão e loucura. Haveria ainda o problema da relação entre o fato real e o fato imaginado - que irá nortear a ficção de Proust, por exemplo, e queambos irão tratar a partir do tema do ciúme -, relação esta da qual resultaria uma questão ética, norteadora do existencialismo de Sartre e Camus: que sentido tem o ato? 
Junto a esta questão viria outra, decorrente dela, que Candido define como o problema da aspiração à perfeição, à obra una, completa. Tal problema seria o fio condutor de diversos contos de Machado, em especial "Um homem célebre."Como afirma o crítico paulista, a confusão entre fantasia e a realidade, a constatação de que a opinião alheia é o que talvez haja de mais autêntico em nós, a impossibilidade de definir com exatidão o que difere o justo do injusto, o certo do errado, tudo isso leva, em Machado, a uma relativização de conceitos que dá lugar ao sentimento do absurdo, base da obra de Gide e de Kafka. 
Por fim,Candido aponta um outro tema, diferente destes e que, assumidamente, o atrai mais que os outros: a retificação das relações sociais. Ou, para usar de suas próprias palavras: "a transformação do homem em objeto do homem" (CANDIDO, 1995, p. 34), que está presente em seus romances e contos, como "A causa secreta", por exemplo. 
E conclui, reiterando sua proposta de leitura: 
"Não procuremos na sua obrauma coleção de apólogos nem uma galeria de tipos singulares. Procuremos sobretudo as situações ficcionais que ele inventou. Tanto aquelas onde os destinos e os acontecimentos se organizam segundo uma espécie de encantamento gratuito, quanto as outras, ricas de significado em sua aparente simplicidade, manifestando, com uma enganadora neutralidade de tom, os conflitos essenciais do homem consigomesmo, com os outros homens, com as classes e os grupos." 


No início dos anos 1980, e menos preocupado com temas, ou "situações ficcionais", do que com um modo específico de lidar com a economia da linguagem, temos o ensaio de Haroldo de Campos, "Arte Pobre, Tempo de Pobreza, Poesia Menos". 

Aqui, Haroldo estabelece que o "procedimento menos" (que ele irá definir ao longo do texto) teria...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Modernismo
  • modernismo
  • Modernismo
  • Modernismo
  • modernismo
  • Modernismo
  • Modernismo
  • Modernismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!