MODELOS DE DEFICIÊNCIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Páginas: 8 (1835 palavras) Publicado: 22 de outubro de 2013
MODELOS DE DEFICIÊNCIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Ingrid Augustin – UCS

Resumo: Para compreender cientificamente os caminhos que levaram a situação atual da inclusão escolar da pessoa com deficiência, se faz necessário conhecer historicamente este percurso. Existem modelos de deficiência que influenciados por períodos históricos exerceram predomínio, assim como os modelos queatualmente emergem inspirados em movimentos da sociedade contemporânea. Ao estudar os diferentes modelos, propõe-se resgatar as abordagens da deficiência e poder colaborar com uma construção conceitual acerca da percepção de deficiência frente às políticas públicas para inclusão de pessoas com deficiência.

Palavras-chave: deficiência, modelos de deficiência e inclusão.
Estudos relacionadosaos processos de inclusão escolar de pessoas com deficiência e relativos às politicas públicas, vem sendo amplamente desenvolvidos. Modelos de deficiência são meios conceituais para se compreender os pressupostos que os processos educativos sofrem ou sofreram. Os modelos de deficiência conhecidos em diferentes períodos históricos tiveram transformações calcadas pela necessidade da pessoa comdeficiência e pelo próprio sistema sociopolítico e econômico. Alguns modelos surgiram em períodos distintos que por sua vez eram cientifica ou moralmente aceitos. Muitas ações assumidas atualmente como senso comum frente à deficiência são reflexos remanescentes de determinado modelo. Os principais modelos são influenciados por duas filosofias fundamentais relacionadas às pessoas com deficiência: uma asvê como dependentes na sociedade onde vivem, e a outra as percebe como clientes do que a sociedade oferece.
A descrição e o desenvolvimento dos modelos de deficiência evoluíram de forma humanizadora quando as próprias pessoas com deficiência legitimaram os modelos a partir de suas necessidades e concepções. Isso não significa que hoje tenhamos um único modelo que contextualiza a escolainclusiva. Porém, pode-se contar com os modelos, como ferramentas que governos e sociedade utilizam para criar estratégias que atendam melhor às necessidades das pessoas com deficiência. O que segue é uma breve descrição dos principais modelos de deficiência contextualizados historicamente e suas vertentes mais atuais.

Modelo caritativo de deficiência.
Durante a era pré-cristã iniciada ainda noImpério Romano, os movimentos de humanização e caridade à pessoa com deficiência foram pregados a partir das passagens bíblicas que sugeriam o respeito e a ajuda. A caridade passou a ser valorizada como forma de redenção e culturas de origem cristã começaram a praticar este princípio.
O modelo caritativo percebe a pessoa com deficiência como vítima merecedora de caridade e de ajuda. A pessoa comdeficiência é vista como tendo uma vida trágica e sofrida. Os cuidadores são os únicos responsáveis pelos serviços prestados, tendo plenos poderes no tipo de atendimento que a pessoa com deficiência receberá. Como a pessoa com deficiência é considerada diferente da normalidade, uma variedade de ações são tomadas. Ou seja, é fornecido à pessoa com deficiência transporte especial, prédios especiais,oficinas protegidas de emprego, instalações de convivência e escolas especiais. Ainda que sejam com bons intuitos, geralmente instituições especializadas oferecem serviços menos desafiadores intelectualmente, o que dificulta o ingresso da pessoa com deficiência no meio social, acadêmico ou no mercado de trabalho. Como a criação destes locais e serviços demandam recursos financeiros, o que é deresponsabilidade governamental, as pessoas com deficiência acabam prejudicadas em detrimento de outras demandas para a maioria da população.
O modelo caritativo da deficiência reforça a autopercepção da pessoa como necessitada, o que as pessoas sem deficiência enxergam na deficiência passa a fazer parte da sua autopercepção, fenômeno conhecido como “mirror effect” (HARRIS, 2003).

Modelo médico...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA
  • Educação inclusiva: deficiencia intelectual
  • O conceito de deficiência e a educação inclusiva
  • A educação inclusiva e o aluno com deficiência visual
  • As implicações da Educação especial no portador de Deficiências Multiplas
  • As implicações das políticas Nacionais para a educação inclusiva na nossa prática na escola
  • As implicações das políticas nacionais para educação inclusiva na nossa prática pedagógica
  • A EDUCAÇÃO INCLUSIVA COMO UM DIREITO DOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!