mmmm

Páginas: 3 (616 palavras) Publicado: 11 de agosto de 2013
GUARANÁ (Paullinia cupana)

Paullinia cupana Kunth, vulgarmente chamado guaraná, guaranazeiro e uaraná, é um cipó originário da Amazônia. É encontrado no Brasil, Peru, Colômbia e Venezuela, sendocultivado principalmente no município de Maués, no estado do Amazonas e na Bahia. Pertence a família Sapindaceae.
O nome Paullinia foi atribuído por Lineu ao gênero a que pertence o guaraná emhomenagem ao médico e botânico alemão Simon Pauli. "Guaraná" é oriundo do tupi wara'ná[.
Suas folhas são trifoliadas. As flores são pequenas e brancas. O seu fruto possui grande quantidadede cafeína (chamada de guaraína quando encontrada no guaraná) e, devido a suas propriedades estimulantes, é usado na fabricação de xaropes, barras, pós e refrigerantes. Tem casca vermelha e, quando maduro, deixaaparecer a polpa branca e suas sementes, assemelhando-se com olhos. Na região próxima ao município de Maués, onde é cultivada, os índios da nação saterê-mawé têm lendas sobre a origem da planta.Em Portugal, produzem-se refrigerantes de guaraná desde o final da década de 1990, sendo inicialmente importados do Brasil. O refrigerante de guaraná mais vendido do mundo é o Guaraná Antarctica, produzidodesde abril de 1921 no Brasil.
O guaraná é um estimulante: aumenta a resistência nos esforços mentais e musculares e diminui a fadiga motora e psíquica. Por meio das xantinas que possui(cafeína e teobromina), o guaraná produz maior rapidez e clareza do pensamento[4]. Entretanto, se ingerido em excesso, provoca efeitos colaterais como insônia, irritabilidade, taquicardia, azia edependência física.A lenda do guaraná


Guaraná em pó.
As tribos de Munducurucânia eram as mais prósperas dos índios. Venciam todas as guerras, as pescas eram ótimas, os peixes, os melhores e a doença era rara.Tudo isso por causo de um curumim que, há alguns anos, nascera naquela tribo.
Ele era o mais protegido de todos. Nas pescas, era acompanhado por muitos - os pescadores desviavam dos rios...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • mmmm
  • mmmm
  • Mmmm
  • mmmm
  • Mmmm
  • Mmmm
  • mmmm
  • mmmm

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!