mitologia

Páginas: 5 (1221 palavras) Publicado: 30 de agosto de 2014
Nesse sentido, tudo que foi discorrido até aqui tem o objetivo de discutir o semióforo NAÇÃO, os agentes de desigualdade que incidem sobre ele (Deus, a Natureza e o Estado) e a medida em que as disputas pelo poder (politic0, religioso e social) o conceito de nação se constrói. Em 1900 Afonso Celso, presidente do IHGB, escreveu o livro "Por que me ufano do meu país" como a primeira discussão sobreo mito fundador. O momento em que o livro foi escrito é de transição política, principalmente pelo movimento abolicinista, o estímulo a urbanização, as lutas de classe (principalmente a de CANUDOS)O primeiro trabalho científico sobre o caráter nacional brasileiro vem do autor Sílvio Romero, "O caráter nacional e as origens do povo brasileiro" e "História da literatura brasileira" ambos do finaldo século XIX. O autor dá as características do povo brasileiro, através de determinismos naturais como o clima, a cor, a raça.

O povo brasileiro era considerado sub-raça, oriunda da mestiçagem entre o índio, o negro e a 'superior' branca. por causa dessa condição era necessário promover a purificação da mestiçagem brasileira que aconteceria com a migração da Europa. Romero classifica o povobrasileiro como atrasado evolutivamente, esse empobrecimento evolutivo seria resultado de raças pobres "culturalmente" e só a imigração de pessoas mais evoluídas oriundas da Europa poderia reverter esse quadro.

Quando se trata da discussão em relação ao conceito do mito fundador, a autora diz que essas ideias não são apenas encontradas, elas são inventadas isso era o que diziam também o filosófofrancês Maurice Merleau-Ponty. Nesse caso o Brasil foi uma invenção histórica e uma construção cultural dos europeus.

Quando aqui os europeus aportaram encontraram terreno fértil para a construção do mito fundador e a partir da expressão de Sérgio Buarque de Holanda, "visão do paraíso", construiram um Brasil como símbolo da "generosidade divina". O Brasil nessa perspectiva se mantinha sob trêspilares: a obra de Deus (a natureza), a palavra de Deus (a história) e a vontade de Deus (o Estado) e sob o júdice do poder teológico político. Chauí diz que é amplamente defendido que as grandes navegações tiveram principalmente motivações econômicas, entretanto, ao chegar-se em território desconhecido, transpor barreiras, impensadas no campo das conquistas, ou seja, "invisíveis". Dizia-se quetinha sido encontrado o Jardim do Édem na Terra e fez-se da imagem desse novo mundo um semióforo.

Os europeus tomam as descriçoes da bíblia para alçar novas conquistas e as procuram no oriente, contudo o "paraíso" vislumbrado encontra-se do lado opost, no ocidente, no Brasil. Mesmo sem as indicações a nova terra possuia pedras preciosas o que chamava atenção dos conquistadores, mas esse não erao julgamenhto central, pois havia muita terra a ser desbravada.

A exaltação do Brasil como paraíso aparece ainda tempos depois expilcitada inclusive nas cores e na forma da bandeira nacional, isso porque depois da revolução francesa todas as bandeiras tendem a ser triclores e contam um pouco da história do país. a do Brasil foge a essa regra, sendo quadricolor, exaltando nossas belezasnaturais. Essa imagem do Brasil é uma produção mítica. O s efeitos dessa visão naturalista foram entre outras coisas, o estímulo ao trabalho escravo como trampolim do capitalismo, justificado pelo estado de natureza onde exite um superior que manda e um inferior que obedece. Nesse caso da escravidão os nativos seram infariores naturalmente subordinados aos superiores conquistador-colonizador, os índios, segundo o direito jurídico, não possuiam os artifícios necessários para serem sujeitos de direito, por eram também escravos naturais.

Os índios eram considerados gente sem fé, sem rei e semlei, por isso naturalmente subosrdinados, eram simplesmente pessoas de decendencia comum, agrupadas como definia o conceito de nação do seculo XIX, mas não era tão simples subordinar os índios a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Mitologias
  • Mitologias
  • Mitologia
  • Mitologia
  • Mitologia
  • Mitologia
  • Mitologia
  • Mitologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!