Mistificacao das massas segundo Theodor Adorno

Páginas: 2 (310 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
HORKHEIMER, Max & ADORNO, Theodor. A indústria cultural: o iluminismo como mistificação de massas. Pp. 169 a 214. In: LIMA, Luiz Costa. Teoria da cultura de massa. São Paulo: Paz e Terra, 2002.364p.O ensaio “O Iluminismo como mistificação das massas” escrito por Max Horkheimer e Theodor W. Adorno tornou-se um dos maiores clássicos da área da comunicação. Os dois, pertencentes à famosaescola deFrankfurt, encontravam-se refugiados nos E.U.A. devido à segunda Guerra Mundial e vivenciavam um sentimento de frustração devido ao fracasso da revolução Iluminista na qual acreditavam. O temacentraldo ensaio consiste em duras críticas dos autores à Indústria cultural.
Primeiramente eles iniciam afirmando que: “A cultura contemporânea a tudo confere um ar de semelhança.” Segundo eles, osmeios decomunicação formam um sistema, este harmonizado entre seus setores. Não somente os meios de comunicação, mas também os políticos, mesmo em posições antagônicas, sustentam os mesmos discursose, aindamais interessante, eles nos dizem que o que é universal e o que é particular passam a confundir-se. Afirmam também que “a tendência social objetiva da época se encarna nas intenções subjetivasdosdiretores gerais”, ou seja, os grandes magnatas. Adorno e Horkheimer, no entanto, destacam que, esses acontecimentos não decorrem exclusivamente da vontade dos que controlam ou fazem parte dessesmeios etécnicas, mas, também, do público em geral, que aceita esses fatos sem oposição. Os ensaístas, para exemplificar essa padronização das obras da indústria cultural, afirmam que pode-se deduzircomo se daráo final de um filme assistindo apenas ao seu inicio, onde todo o enredo e o desfecho já ficam claros.
Posteriormente, Horkheimer e Adorno nos chamam a atenção para o fato de que, muitasvezes, tudo oque é representado na indústria cultural não passa de reflexos do cotidiano da própria população, eles afirmam: “Tudo que surge é submetido a um estigma tão profundo que, por fim,... [continua]...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Theodor Adorno
  • Theodor adorno
  • ADORNO Theodor
  • Theodor Adorno
  • Theodor adorno
  • Theodor Adorno
  • Theodor Adorno
  • Theodor adorno

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!