Minha infância (autobiografia)

Páginas: 7 (1551 palavras) Publicado: 29 de outubro de 2011
Minha Infância (Autobiografia)

O meu nome é Ana Maria de Souza Silva. Eu nasci a 14 de Maio de 1967 na Maternidade Tsylla Balbino,em Salvador.Meus pais são de Maragojipe, é um município do estado da Bahia localizada a cerca de 133 km de Salvador. Meu pai era um filho incógnito (é quando a mãe não sabe quem é o pai de seu filho ou quando ela
(Quer esconder a identidade do verdadeiropai), sem profissão e sem estudos, eu cresci ouvindo que meu pai era um menino de rua, na verdade, eu nunca quis saber se era verdade, o que sei é que nos documentos dele consta somente o nome de minha avó e pai ignorado. Já a minha mãe teve pai e mãe reconhecidos nos seus documentos, mas a minha avó materna faleceu deixando minha mãe, filha única do casal, aos nove anos, meu avô casou novamente, ea madrasta da minha mãe não era boa, minha mãe foi morar com amigas aos 18 anos, pois era não queria ser a empregada da madrasta e nem babá dos filhos, que meu avô acabou tendo com a sua nova esposa,nesse meio tempo conheceu meu pai com quem namorou,foram morar juntos, tiveram sete filhos antes de mim, e depois de mim, tiveram mais dois filhos, totalizando assim nove filhos "uma escadinha” de seismeninas, e três meninos. Pois a diferença de idade de um para o outro é de um ano. Quando estava grávida de mim que meus pais casaram, minha mãe diz que a partir daí que a vida dela "desandou”. Depois de casados, se separaram antes de um ano, e aí começou todo o nosso sofrimento. Eles separavam e voltavam, ficavam nesse vai e volta. Completei cinco anos e meu pai já não vinha mais aqui no barracoque morávamos, em palafitas, balançava no menor movimento, eu tinha pavor,quando chovia era pior ainda,no inverno era horrível, parecia um balanço, molhava tudo, as madeiras estalavam, não tínhamos camas, cobertas, dormíamos no papelão, no inverno não dormíamos, minha mãe tinha medo da "casa" cair, e não desse tempo da gente sair, ficávamos todos acordados, víamos o dia amanhecer, então pegávamosa canoa do vizinho emprestada, já que estava chovendo o vizinho não iria usar então ele emprestava para minha mãe, e íamos mariscar, pois não tínhamos nada, e era da maré que tirávamos o nosso sustento, e mais algumas coisas que encontrávamos boiando, tipos: frutas, que lavávamos e consumíamos e partes de brinquedos, que íamos juntando até completar um brinquedo inteiro, isso demorava,quandoconseguíamos completar uma boneca,vinha o dilema eu minhas cinco irmãs queriam dormir com a boneca, porque brincar não tinha tempo, então minha mãe determinou que fosse uma noite de cada uma de nós, começando pela a mais nova até chegar à minha mais velha,quando conseguia montar um brinquedo de menino,o procedimento era o mesmo. Chegávamos a casa, íamos pedir água para os vizinhos, pois não tínhamoságua encanada e nem vasilhame para armazenar água, ás vezes os vizinhos não davam, então íamos tomar banho no chafariz, que era um pouco distante de casa, tomávamos banho com roupas e trazíamos água para lavar os mariscos e as coisas que catávamos na maré. Cozinhar os mariscos era outra maratona que enfrentávamos o fogão a lenha foi minha mãe que fez, com uma lata de gás, procurávamos madeiras narua que servia de lenha, e ainda teríamos de abanar para o fogo "pegar”. Fermentávamos os mariscos, tirávamos das conchas, tentávamos vender a metade para comprar farinha, café e açúcar, pois minha mãe não conseguia e não consegue até hoje ficar sem o café, e farinha era para colocar no caldo dos mariscos fermentados para comermos, isso foi nossa refeição por muitos anos. Às vezes nem essemariscos não tínhamos, pois o vizinho precisava da canoa. Um dia minha mãe teve a idéia de emprestar uma das seis filhas para fazer uma faxina,em troca de uma imagem de Santo emprestada,que ela usava para pedir esmolas dizendo que era para o Santo,mas era para nós,pois não tínhamos o que comer, um dia minha mãe veio para casa sem nada,entregou a imagem de santo e pegou minha irmã,então vizinha que...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Autobiografia
  • Autobiografia
  • autobiografia
  • autobiografia
  • Autobiografia
  • Autobiografia
  • Autobiografia
  • Autobiografia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!