milagre grego

914 palavras 4 páginas
Pela primeira vez o homem busca explicação da natureza dentro da natureza. Este comportamento leva ao abandono das explicações mitológicas que eram dadas anteriormente ao surgimento da filosofia, aquilo que alguns historiadores costumam chamar de "milagre grego", ou seja, a passagem do saber mítico para o pensamento racional, filosófico. Os pensadores jônios podem ser vistos como precursores da ciência moderna e que não há razão para duvidar que Tales foi o primeiro ser humano a merecer legitimamente ser considerado um cientista.

A Escola Jônica desenvolveu-se entre os séculos VII e VI a .C. na cidade de Mileto, importante porto comercial situado na costa da Ásia Menor (hoje território da Turquia). Entre os historiadores, há o consenso de que se trata da primeira escola de filosofia, sendo Tales, seu fundador, o primeiro filósofo da história.

A formação cultural e científica de Tales de Mileto é proveniente de suas constantes viagens. Teve contato com a Geometria no Egito e com a Astronomia na Babilônia, onde os conhecimentos de Matemática datam de um milênio antes dele... e o conhecimentos destas civilizações acabou influenciando decisivamente para o milagre grego.ara entendermos o nascimento do pensamento filosófico, primeiro devemos conhecer as condições que foram determinantes para o seu nascimento. Assim devemos voltar à Grécia antiga para estudar a sua arte, religião e as condições socioeconômicas.
Antes de qualquer coisa devemos lembrar que a educação dos cidadãos gregos dava-se pela poesia entre as quais se destacavam as de Homero (Ilíada e Odisséia). Seus poemas se diferenciavam dos demais, por isso sua importância para a mudança de pensamento. Os poemas homéricos são em sua composição uma apresentação de harmonia, proporções e de limites e medidas. Não sendo uma simples narração de fatos, mas uma pesquisa de suas causas e razões (mesmo que míticas) e os apresenta de diversos modos a realidade desses fatos. Como explicam a origem do universo e

Relacionados