Microbióta do solo e os ciclos biogeoquímicos

Páginas: 30 (7457 palavras) Publicado: 13 de maio de 2012
Parte escrita – seminário:











Prof°.:

Alunos:















Seminário – Parte escrita: Microbiologia do Solo e os Ciclos Biogeoquímicos.



Sumário ................................................................................................................................................

Atividades BiológicasPág. 1

* Solo

* Rizosfera

A Microbióta do Solo Pág. 2

* Bactérias

* Fungos

* Algas

* Protozoários

* Nematóides

* Vírus

Os Ciclos Biogeoquímicos Pág. 9

* Ciclo do Hidrólogo / Água

* Ciclo do Carbono* Ciclo do Nitrogênio

* Ciclo do Enxofre

* Ciclo do Fósforo

* Ciclo do Oxigênio



Fonte de pesquisa Pág. 20








Pág.1


* Atividade biológica do solo



A atividade biológica do solo éuma denominação genérica para a ação dos organismos vivos do solo, tanto animais quanto vegetais. 
Esses organismos têm forte influência na gênese e manutenção da organização dos constituintes do solo, principalmente nos horizontes superficiais.
As raízes das plantas , por exemplo, alteram o pH do solo ao seu redor e, ao morrer e se decompor, deixam canais. 
Formigas, cupins e minhocasmanipulam, ingerem e excretam material de solo formando microagregados e construindo poros).


Principais Limitações dos Solos do Brasil

O Brasil é um País com dimensões continentais, eminentemente tropical e que apresenta grande variedade de solos, e portanto, com diferentes potenciais. Como o material básico utilizado é generalizado, as informações aqui contidas apresentam apenas um caráterilustrativo.

* Solo

Solo: Maior reservatório de microrganismos do planeta.
O solo é habitado por uma enorme variedade de microorganismos vegetais (microflora do solo) e animais (microfauna do solo) e ainda por organismos animais que vão de dimensões submicrocóspicas a dimensões médias ou mesmo relativamente grandes (macrofauna).
As actividades dos diversos grupos de organismos do solo estãointerligados entre si e com as condições do ambiente prevalecentes a cada momento, verificando-se que a população microbiana se ajusta rapidamente às variações dessas condições ambientais e que são estas que fundamentalmente determinam o sentido em que a actividade dessas populações se desenvolve mais do que a espécie ou o número de microorganismos presentes.
A acção microbiana do solo depende,entre outros factores, da temperatura, arejamento e condições de humidade, reacção e teor em elementos nutritivos, e da competição e antagonismos que se estabelecem entre os próprios grupos de microorganismos. A intensidade de decomposição da matéria orgânica é tanto mais pequena quanto mais baixa é a temperatura para temperaturas entre 5 e 30ºC e a baixas temperatura verifica-se que uma vezestabilizada a baixa taxa de decomposição as perdas em matéria orgânica são pequenas e nota-se uma certa tendência para se formarem resíduos ricos em azoto. Para altas temperaturas, entre 45 e 75ºC, e quanto mais elevada for a temperatura, a intensidade de decomposição também diminui, em condições de umidade suficiente mas não excessiva, reduzindo o arejamento, faz diminuir a atividade microbiana eprincipalmente modifica o sentido em que se processa a decomposição muito especialmente em relação aos produtos finais dessa atividade.
Os solos e seus organismos podem ser afetados pela maneira como o homem cuida deste recurso natural. A atividade agrícola predatória, o desmatamento exacerbado, a poluição e as mudanças globais podem ter feitos deletérios sobre a biodiversidade e os processos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • SOLOS ROCHAS CICLOS BIOGEOQUIMICOS
  • Ciclos biogeoquimicos
  • ciclos biogeoquimicos
  • ciclos biogeoquimicos
  • Ciclos Biogeoquímicos
  • Ciclos Biogeoquímicos
  • Ciclos biogeoquimicos
  • Ciclo Biogeoquimico

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!