Metodos laboratoriais

Páginas: 11 (2595 palavras) Publicado: 29 de janeiro de 2015
“O CHALET DA CONDESSA D’EDLA”

Intervenção e Restauro











Curso: História da Arte
Disciplina: Métodos laboratoriais
Docente: Clara Moura Soares
Ano lectivo: 2014/2015






Lisboa, 2014



Índice

1. Introdução -----------------------------------------------------------------p.3
2. Contextualização Histórico-Cultural----------------------------------p.4
3. Descrição do objecto – O Chalet ---------------------------------------p.5
3.1.Localização geográfica – Serra de Sintra -----------------------p.6
3.1.1 Contexto geográfico ---------------------------------------------p.6
3.2. A Pena --------------------------------------------------------------p.6/7
3.2.1. O enquadramento geocridico-----------------------------------p.73.3. O Chalet da Condessa D’Edla------------------------------------p.7
3.3.1 A sua arquiteta----------------------------------------------------p.7
3.3.2 Memória descritiva----------------------------------------------p.8
4. O incêndio, e o que se perdeu------------------------------------------p.9
5.Metodos laboratoriais-----------------------------------------------------p.10/115.1Metodos de conservação e restauro de fingidos-----------------p.11/12
5.2Restauro do Chalet da condessa D´Edla-------------------------p.12
7. Conclusões finais---------------------------------------------------------p.13
8. Bibliografia----------------------------------------------------------------p.14
9.Webgrafia-------------------------------------------------------------------p.1410. Anexos---------------------------------------------------------------------p.15/20
















1. Introdução

O presente trabalho é sobre o chalet da condessa D’Edla, objecto de estudo, encontra-se localizado em Sintra e é considerado património da humanidade, no místico Parque da Pena. O objectivo deste trabalho é adquirição de conhecimentos relativos há restauração dochalet, de quem o projectou e também o seu contexto histórico, para que mais tarde possamos desenvolver um maior conhecimento a nível de de restauro e das suas tecnicas
Não só por ser arquitetado pela própria condessa, nem por tanto ela, como o marido. Fernando II, (antigo rei de Portugal), terem um papel importantíssimo na reflorestação do parque da pena.
O presente trabalho está organizadoquatro partes: a Contextualização Histórico-Cultural, Descrição do objecto, O incêndio, e o que se perdeu e no seu respectivo restauro
A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, enriquecida com alguns sites da mesma temática



















2. Contextualização histórico-cultural

Na segunda metadoe do séc. XIX, D.Fernando e a sua futura segunda mulher, EliseHensler, condessa D’Edla, criam no parque da pena, um chalet e um jardim privado e intimista, romântico, um espaço de refugio e recreio por excelência por ambos.
Este chalet localizado em lugar estratégico, a poente do palácio da Pena. Segue os modelos dos Chalets Alpinos, que por essa altura estavam bastante em voga na Europa.
Da sua decoração sobressaem pinturas murais, estuques, azulejos,e muito uso, de trabalho da cortiça como ornamentação. O exterior do Chalet reúne uma serie de arvores, provenientes dos quatro cantos do mundo, fazendo desta uma paisagem exótica.



















3- Descrição do objecto – o Chalet.

Criado pela própria Condessa que lhe deu nome, o chalet da condessa D’Edla, sitia-se em Sintra, mais especificamente no parque da pena,envolto por uma enorme variedade de arborização e cultivo criando uma harmonia total.
Uma relação de bens de D.Fernando II faz uma descrição detalhada desta construção:
“Chalet denominado da senhora condessa que se acha na propriedade Matta Dourada cujas confrontações desta serão descritas pelos louvados do rústico. Esta construção com muros é decorada exteriormente com vãos guarnecidos de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • VIH
  • Diagnóstico Laboratorial: Métodos e Técnicas para Exame Parasitológico de Fezes.
  • MÉTODOS E TÉCNICAS EMPREGADOS NO DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DE PARASITOSES INTESTINAIS
  • laboratorial
  • laboratorial
  • Rotina laboratorial
  • Biossegurança laboratorial
  • Os cuidados no laboratoriais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!