Mestre em semiótica tecnologia da informação e educação

Páginas: 31 (7575 palavras) Publicado: 15 de maio de 2013
PROPOSTA CURRICULAR (Ensino de Ciências)

119

FUNDAMENTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS DO ENSINO DE CIÊNCIAS
O ENSINO DAS CIÊNCIAS NO CURSO DE MAGISTÉRIO: FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE CIÊNCIAS, DE EDUCAÇÃO INFANTIL A 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL Acreditar em educação é indubitavelmente acreditar em mutações; estas, com perspectivas direcionadas para a construção do conhecimento científico e erudito.Uma proposta que se faz renovação para o ensino de metodologia da Ciência, traz consigo a necessidade maior de recomeçar, na tentativa constante e atuante de buscar qualidade no ato de ensinar (8ª CRE – Mafra 1996). Acreditamos que essa referência está implícita na produção dos professores das demais CREs, pelo entusiasmo e dedicação com que se empenharam nesse trabalho, o que traduz a ânsia demudar e querer relevar a importância do professor enquanto agente de mudança, cujas responsabilidades hoje são enormes e a quem cabe a grande tarefa de formar o caráter e o espírito autônomo, realizador e criativo das novas gerações. O Professor de Ciências, talvez mais do que seus colegas de outras áreas, deve despertar nas crianças e jovens a curiosidade pelas coisas do mundo, pelos seusprocessos e fenômenos, fazendo o mesmo em relação ao homem e aos outros seres que habitam o planeta; assim, estará desenvolvendo nos seus alunos a autonomia, estimulando-lhes o rigor intelectual e criando as condições necessárias para o sucesso deles no campo do conhecimento, tanto ao nível da educação formal, quanto da educação fora da escola e daquela que necessitam durante toda a sua vida. Vejamosagora alguma coisa sobre as Ciências com que se vai trabalhar, desde a Educação Infantil até a 4ª série do Ensino Fundamental. Primeiramente, é preciso entender que a ciência é um conhecimento produzido pelo homem, e ela assim se constituiu mediante toda a história de relações que este manteve com o mundo, para cada vez mais transformá-lo e adequá-lo à vida, continuando a sobreviver e a evoluir. Apartir do momento em que se depara com certas situações em sua vida cotidiana, que não consegue entender, muitos das quais com enorme interferência sobre ele mesmo (como deve ter sido com as grandes tempestades no passado pré-histórico, a própria presença do fogo, a falta de alimento, a grande incidência de doenças fatais, etc.), o ser humano se vê cada vez mais desafiado a explicar a si próprioestas questões e a socializá-las, para sobre elas poder agir melhor, transformá-las, resolver os desafios postos e descobrir outras formas de agir e criar novos conhecimentos que possam melhorar sua vida e a daqueles com quem convive: isto demonstra o caráter efetivamente humano, social, da ciência. Não entra em discussão aqui uma visão maniqueísta de ciência: se ela é boa ou má; com seus erros eacertos é uma produção humana. A questão de como aplicá-la é uma questão de inteligência, de reflexão, de consciência, e nem sempre muitos dos que com este saber lidaram (ou lidam) assim agiram. Enquanto ciência, produzida pelos cientistas, este conhecimento é construído em uma linguagem mais elaborada, requintada, de difícil acesso a um cidadão que não tenha em si estruturado os códigos próprios ecomplexos com que aqueles profissionais (os cientistas) estão familiarizados. Esta questão discutiremos melhor quando tratarmos da abordagem metodológica, no Ensino das Ciências. Nos preocuparemos em melhor definir o que cada campo específico estuda, compreendido na disciplina Ciências, para que os professores tenham maior clareza sobre quanto o trabalho, nesta área, é importante na escola. Osmestres podem não apenas ter um papel determinante na formação de atitudes – positivas ou negativas – nos seus alunos, perante esse estudo, mas também serem capazes de mudar aqueles “modelos espontâneos” de explicação dos fatos, fenômenos e processos biológicos, físicos e químicos que eles têm consolidados nas suas cabeças. Muitas vezes, os alunos sequer são abalados diante de um outro modelo que...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Tecnologia da Informação em Educação
  • Educação e tecnologia da informação e comunicação
  • Tecnologia da informação da educação infantil
  • TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO E SAÚDE
  • Tecnologia da Informação e Comunicação na Educação
  • Uso das tecnologias da informação na educação
  • A tecnologia da informação aplicada na educação
  • Tecnologia da Informação na Educação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!