Meningite

Páginas: 11 (2567 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM
MODULO III






MENINGITES: DERROTA DAS BARREIRAS QUE ENVOLVEM O ENCÉFALO E A MEDULA






ANA PAULA SOUZA
FABIANE MARIN
ROBERTA ESTIGARRIBIA









Rio Grande, julho de 2012.
ANA PAULA SOUZA
FABIANE MARIN
ROBERTA ESTIGARRIBIA


MENINGITES: DERROTA DASBARREIRAS QUE ENVOLVEM O ENCÉFALO E A MEDULA.










Trabalho de conclusão de semestre apresentado a turma do III modulo do Curso Técnico de Enfermagem do Instituto Federal de Ensino do Rio Grande, sob orientação da Professora MSc. Marise Xavier Gonçalves.









Rio Grande, 2012.
SUMÁRIO

1 ASPECTOSINTRODUTÓRIOS
05

2. PATOLOGIA
05
3. CAUSA
06
3.1 BACTÉRIA
06
3.1.1Neisseria meningitidis
07
3.1.2 Haemophilus influenzae
07
3.1.3Streptococcus pneumoniae
07
3.2 VÍRUS
4. TRANSMISSÃO
5. SINTOMAS
6. DIAGNÓSTICO
7. TRATAMENTO
8. SEQUELAS
08
09
09
11
12
13BIBLIOGRAFIA.........................................................................................................14




































RESUMO

As meningites têm distribuição mundial e sua expressão epidemiológica depende de diferentes fatores, como o agente infeccioso, a existência de aglomerados populacionais, características socioeconômicas dos grupos populacionais e do meio ambiente (clima). Sendo as meningites infecções agudas temidas pela grandemassa populacional em relação a serem as responsáveis por um grande numero de sequelas ate mesmo de morte, certas bactérias tem grande importância, pelos riscos constantes de epidemias e elevado índice de morbimortalidade. Objetivando descrever a patologia meningite bacteriana com relação a ser aluno do curso Técnico em Enfermagem do Instituto Federal de Ensino do Rio Grande do Sul, em seus processosde contagio, sintomatologia, diagnostico, tratamento e complicações e sequelas, dada a importância da enfermagem em toda a equipe multidisciplinar na atuação e atenção ao publico infantil e adulto referendado ao atendimento e conhecimento da patologia meningite. Posto isto, faz-se mister ressaltar a necessidade de informações eficientes que desencadeiem uma consciência crítica visando tornar aerradicação ou seu menor numero de casos(meningites), uma realidade, promovendo o melhoramento da qualidade de vida e o exercício da cidadania.













1. INTRODUÇÃO

Este trabalho, realizado por alunos do terceiro semestre do Curso Técnico em Enfermagem do IFRS, tem por objetivo apresentar e discutir informações sobre a patologia “meningite” e alguns de seus aspectosrelacionados à informação em relação a formas de contágio e sequelas, bem como fornecer subsídios para uma auto reflexão como futuros multiplicadores de educação em saúde.
O pressuposto das estratégias preventivas e curativas de enfrentar a doença e de obter saúde é coerente com os princípios que regem as atuais culturas e sociedades, pois são baseadas na produção incessante e sempre renovada de variadosserviços que se fundamentam na tecnologia e na ciência oferecidos para o consumo das pessoas (GUEDES; SILVA; FREITAS, 2004).
Lima (1996) resgata a historicidade do papel do enfermeiro como educador em saúde. Os agentes de enfermagem, enquanto agentes do processo de trabalho em saúde, têm desempenhado um papelimportante na questão da educação em saúde. O surgimento da enfermagem moderna no Brasil, e do profissional enfermeiro está diretamente vinculado ao trabalho da enfermagem numa dimensão educativa, já que as enfermeiras foram formadas com a finalidade de suprir a falta de um profissional envolvido com as atividades educativas sanitárias, iniciadas por médicos sanitaristas na década de 1920....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Meningite
  • MENINGITE
  • Meningite
  • Meningite
  • meningite
  • Meningites
  • Meningite
  • MENINGITe

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!