Memorial De Pesquisa

Páginas: 7 (1578 palavras) Publicado: 15 de setembro de 2015
Memorial de Pesquisa

Disciplina: Pesquisa e Prática em Educação V
Aluna: Raquel Romero Cardoso Valiente.
Curso: Pedagogia
Matrícula: 2013.01.17429-7

Este memorial descritivo se refere à memória da pesquisa exploratória inicial elaborada pela aluna Raquel Romero Cardoso Valiente, para definição do problema de pesquisa. Os três textos pesquisados abordam sobre a importância dos seguintes temas:Qual é o lugar do aluno com deficiência? Escolas dos diferentes ou escolas das diferenças? O enigma da inclusão: Das intenções às práticas pedagógicas, a fim de preparar profissionais e instituições de ensino para receberem os alunos com necessidades especiais de maneira correta e adequada. A pesquisa foi realizada com base na seleção e fichamentos de 3 textos incluídos em sites como: scielo,periódicos capes, anped, mec, etc...

a) O que cada texto estudado (fichado) contribuiu para a compreensão da temática escolhida. O que aprenderam de fundamental a partir do estudo de cada texto.
De acordo com Burbules (2008), as escolas de ensino regular estão neutralizando os desafios para lidarem com os alunos diferentes, os chamados “alunos da inclusão”, através de políticas e diretrizeseducacionais.
O autor sintetiza as falsas soluções que esses profissionais dão a esse assunto, minando o rigor desses preceitos, em nome de uma falsa flexibilidade, como os currículos adaptados, as atividades facilitadas, a terminalidade específica para alunos com deficiências, ou seja, os “alunos especiais”.
Burbules (2008) mostra que diferenciar o ensino para alguns alunos, não condiz com o que umapedagogia das diferenças preconiza para flexibilizar as escolas. O autor afirma que para a inclusão dar certo, é preciso que saibamos diferenciar a escola dos diferentes, que tanto podem ser escolas especias, como comuns, que se restringem a receber alguns alunos, ou aqueles que correspondem as suas exigências da escola das diferenças, onde implicam rigor e qualidade das propostas educacionais.
Emseu artigo, fica patente que a diferenciação é fluída e bem vinda porque não celebra, aceita, nivela, mas questiona a diferença!
Segundo os autores Ávila (2005); Tachibana (2006) e Vaisberg (1999), os diversos movimentos sociais são contra a exclusão dos alunos portadores de necessidades especiais, participavam de movimentos que cobravam uma sociedade mais justa e igualitária.
Na década de1980, o conceito de inclusão social foi desenvolvido e ganhou mais força na década de 1990, onde o objetivo era valorizar a diversidade humana, o direito de permanecer.
Os autores mostram os esforços voltados à inclusão dos alunos com necessidades especiais no ensino regular, e a necessidade de ruptura com as ações descriminatórias.
Focam muito na ideia psicanalítica do imaginário coletivo dediversos grupos, o imaginário tecnicista acerca do indivíduo portador de deficiência pôde ser observado não apenas nos participantes de ambos estudos (O enigma da inclusão e Das intenções às práticas pedagógicas) mas, também, na literatura especializada, revelando o quanto nos aproximamos deste ser humano guiados por uma regra lógico-emocional que avalia as suas capacidades.
Afirmam o fato docontexto escolar ser marcado por uma postura avaliativa, em relação às capacidades e incapacidades de seus alunos, visando sempre promover-lhes a superação. Por outro lado, os autores refletem o quanto este imaginário tecnicista pode também estar relacionado a uma postura defensiva. Talvez os professores fiquem tão mobilizados por serem um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do jovem comnecessidades especiais que acabem defendendo-se da angústia despertada ancorando-se em avaliações, diagnósticos e rótulos, de maneira análoga a muitos profissionais da área da saúde que, por vezes, limitam-se a classificar seus pacientes de acordo com os critérios pré-definidos da área.
As autoras sugerem a criação de espaços – seja na formação acadêmica, nos casos dos professores que são...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Memorial de estagio de pesquisa
  • Memorial descritivo Pesquisa e Pratica em Educa o V
  • Trabalho de Pesquisa
  • memorial
  • Memorial
  • memorial
  • memorial
  • MEMORIAL

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!