Memorial de formação

Páginas: 7 (1652 palavras) Publicado: 6 de novembro de 2013










































































SUMÁRIO
1 APRESENTAÇÃO 3
2 CAPITULO i- BREVE OLHAR NO PASSADO 4
3-dA CONTABILIDADE À PEDAGOGIA 6
3. EDUCAÇÃO E PEDAGOGIA 7
Responde-se aos objetivos sem, no entanto, justificá-los. 8
REFERÊNCIAS 9
APÊNDICES 10
APÊNDICE A – Instrumentode pesquisa utilizado na coleta de dados 11
ANEXOS 12
ANEXO A – Título do anexo 13
1 APRESENTAÇÃO
Sou aluna do 1° semestre do curso de pedagogia, e neste memorial, contarei brevemente a história da minha vida, fatos positivos e negativos, que me influenciaram consciente e inconscientemente, levando-me a escolher o curso de pedagogia. Acredito que a prática está ligada a teoria. Não faço ocurso somente pelo diploma, mas para crescimento pessoal e profissional.



2 CAPITULO i- BREVE OLHAR NO PASSADO
Venho de uma família de educadores. Minha mãe, apesar das circunstancias não permitirem que ela entrasse pra faculdade, sempre gostou de ensinar, e foi uma excelente alfabetizadora. Minha irmã mais velha, hoje pedagoga, desde muito nova lecionava em escolascomunitárias.
Entrei pra Escola Jesus Cristo, uma escola municipal pertinho da minha casa, aos dois anos e meio de idade por que, segundo minha mãe, chorava muito ao ver meus irmãos partirem rumo à escola me deixando sozinha, sem ter com quem brincar. Os professores naquela época acharam que eu não tinha idade pra estar na escola, porém cederam ao pedido de minha mãe. Meudesenvolvimento surpreendeu a todos e com apenas quatro anos, já sabia ler e escrever. Por seu uma criança alta para a minha idade, sofri o que hoje é chamado de “Bulling”. Mas isso não foi o suficiente pra atrapalhar meus estudos. Tinha um objetivo: queria ser professora.
De 1986 a 1988, ainda na Escola Jesus Cristo, tive professoras afetuosas, dedicadas, que só me fizeram ter acerteza que eu estava no caminho certo. Naquela época, o método de ensino ainda era tradicional, bem rígido. Lembro-me do nome de algumas, que marcaram muito: Marjorie Neves e Elinéia Souza. Elas eram amorosas, atenciosas e costumava brindar seus alunos comportados com doces na sexta-feira.
Em 1989, na quarta série, foi uma novidade me deparar com duas professoras em salas de aula.Só me recordo do nome de uma: Maria Auxiliadora, que ensinava Português e Ciências. A outra professora era ríspida, de difícil acesso, chegar até ela era uma tarefa do tipo “Missão Impossível”.Como autoridade soberana, não permitia contato físico e não admitia conversa em sala. O silêncio durante as aulas dessa professora era quase palpável. O fato era que as duas juntas estavam nos preparandopara o ginásio onde haveria a troca de professores por matéria e por horário.
Em 1990 entrei para o ginásio, no Colégio Estadual Bartolomeu de Gusmão, cheia de expectativas, aos 10 anos de idade. Pra minha surpresa, tudo foi mais fácil do que eu havia imaginado. Havia um professor de matemática de nome Alberto, que por sinal leciona até hoje no mesmo colégio, maravilhoso.Muito competente, explorava bastante os conteúdos, com perguntas orais nos levando a raciocínio lógico. Logo, passei a me sentir mais confortável com a matéria que pra mim era um carma. A professora de Inglês, Ana Catarina, era um doce de pessoa e tocava violão, cantando hits do momento, fazendo a turma toda se envolver.

2.1 MUDANÇA DE HÁBITOS.

Saí da escolapública, por causa das greves e da violência. Meus pais decidiram transferir minha irmã e eu pra outra escola do bairro, o Centro Educacional Cenecista Ipitanga. Lembro-me bem de um professor de matemática, de prenome Elitieri que ao nos receber no primeiro dia de aula, foi logo dizendo: Não vou ao quadro escrever nada! Vocês serão meus auxiliares. Minhas notas baixaram significativamente, sentia...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Memorial de Formação
  • Memorial de Formação
  • Memorial de formação
  • Memorial de Formação
  • Memorial de formação
  • Memorial de Formação
  • Memorial de formação
  • MEMORIAL DE FORMAÇÃO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!