memoriais de defesa

Páginas: 7 (1581 palavras) Publicado: 7 de agosto de 2013
EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA PRIMEIRA VARA CRIMINAL DA COMARCA DE MONTE APRAZÍVEL – ESTADO DE SÃO PAULO




AUTOS/ PROCESSO-CRIME Nº356/2012
JOÃO DOS ANZÓIS, nacionalidade desconhecida, estado civil desconhecido, profissão desconhecida, portador (a) do CIRG n.º XXX e do CPF n.ºXXX,  residente e domiciliado (a) na Rua xxxx, n.ºxxx, Bairro xxx, Cidadexx., Estado de São Paulo, porintermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante procurador(a) (procuração em anexo – doc. ), com escritório profissional sito à Rua xxx , nºxxx, Bairro xxx, Cidade de Monte Aprazível, Estado São Paulo, onde recebe notificações e intimações,  vem, mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência, apresentar

CONTRARRAZÕES DE RECURSO EM SENTIDO ESTRITO,

Interposto pelo D.D Promotor de Justiça daComarca de Monte Aprazível –SP, ante a r. decisão de indeferimento da denuncia, pelos motivos que seguem anexos, requerendo, para tanto, a posterior remessa ao Egrégio Tribunal competente.
Assim, Caso Vossa Excelência entenda por reformar a r. decisão de fls. que indeferiu a denuncia apresentada pelo Recorrido com fundamento no artigo 395, inciso II do Código de Processo Penal, requerer a remessaao Tribunal Competente. Nesses Termos,
Pede Deferimento.

Monte Aprazível, Estado de São Paulo, quarta-feira, 12 de setembro de 2012.
[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]


EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
ORIGEM: Autos sob n.º Nº356/2012, 1ª Vara Criminal da Comarca de Monte Aprazível, Estado de São Paulo
Apelante: Ministério Público
Apelado:JOÃO DOS ANZÓIS
Colenda Corte Criminal
Eméritos julgadores
O Eminente representante do Ministério Público, as fls. , denunciou o Recorrido pelo incurso no crime previsto no artigo 306 do CTB. Às fls. , o douto juiz monocrático indeferiu a denúncia apresentada contra o Recorrido, com fundamento no artigo 395, inciso III do CPP. Inconformado com a r. decisão, o DD. Promotor de Justiça interpôsrecurso, aduzindo em suas razões recursais, que a denúncia descreve um fato típico, assentando-se em indícios suficiente da materialidade e da autoria, devendo, a denúncia, ser recebida por este Egrégio Tribunal de Justiça, para posterior realização da instrução criminal, e condenação do Recorrido, pois aos fato descrito, o artigo 158 do CPP, determina que seja indispensável o corpo de delito diretoou indireto, quando a infração deixar vestígios e que, partindo dessa premissa, o teste de alcoolemia deixaria de ser peça imprescindível ao reconhecimento do crime imputado ao Recorrido, devido a sua recusa em ser submetido ao exame de sangue e seria plenamente válido o exame indireto efetuado, conforme o artigo 167, CPP.
Contudo, restará demonstrado a perfeita consonância da tese do Recorridocom a tese embasadora do r. decisum, que indeferiu a denúncia, comforme segue: 
DOS FATOS
O Recorrido foi abordado, pela Polícia Militar, no dia 08 de maio de 2012, às 22h00min, na rua Osvaldo Cruz, n.º9, durante comando de trânsito, quando dirigia o veículo GM/S10 Tornado, cor prata, placas DIJ-9747 – POLONI, estando supostamente embriagado, tendo se recusado a se submeter ao exame de sangue.Apesar disso, foi realizado exame clínico e teria sido concluído que o Recorrido estava com índice alcoólico superior a seis decigramas, sendo dado como incurso no artigo 306, da Lei 9.503/97.
Por esta razão, após remessa dos fatos pela autoridade policial ao D.D. Promotor de Justiça, o Recorrido foi denunciado pela prática do supracitado crime.
Contudo, o MM Juiz “a quo” indeferiu adenuncia apresentada contra o Recorrido, com fundamento no artigo 395, inciso III do Código de Processo Penal, ou seja, não havia justa causa para o oferecimento da denuncia.
Em que pesem as alegações do ilustre membro do ‘Parquet” ao entender que o nobre julgador agiu com desacerto ao indeferir a denúncia apresentada, pois entende que descreveu um fato típico, assentada em indícios suficientes da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • memoriais de defesa
  • Memoriais de Defesa
  • Memoriais de defesa
  • MEMORIAIS DE DEFESA
  • MEMORIAL DE DEFESA
  • Memoriais de Defesa
  • memoriais de defesa
  • Memorial de Defesa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!