Memórias de Um Sargento de Milícias

Páginas: 10 (2439 palavras) Publicado: 15 de setembro de 2013
Memórias de um Sargento de Milícias

Passa-se no tempo do Rei João VI
Leonardo ou Leonardinho é filho de Leonardo-Pataca com Maria das Hortaliças.
Pais de origem portuguesa.
Ilegítimo.

1. Vinda de um navio de Portugal para o Brasil onde Leonardo-Pataca e Maria das Hortaliças se conhecem e juntam-se. Ela engravida durante a viagem e eles acabam casando-se. O fruto dessa união vem a serLeonardinho. A mulher que fez o parto da criança é escolhida como madrinha e o barbeiro da rua como padrinho.
2. Há uma passagem de tempo de sete anos, onde um Leonardo criança atormenta todos por onde passe com suas travessuras e diabruras. Leonardo pai suspeita que sua esposa esteja o traindo com alguns homens, incluindo um sargento, um capitão de navios portugueses e um colega seu de trabalho.Quando volta um dia sem ser esperado para casa, pega Maria em flagrante com outro homem e enfurecido, bate na esposa. Depois de bater em Maria, ele pega Leonardinho destruindo suas coisas e, ainda estando enfurecido, bate na criança também. No mesmo dia, Leonardo pai volta para casa e juntamente com o compadre vai atrás da esposa, buscando uma reconciliação. Descobrindo que a mulher voltara para opaís natal, deixa a criança aos cuidados do compadre e some.
3. O garoto agora na casa do padrinho viveu no início acabrunhado, porém, com a familiaridade se instalando, voltou as suas travessuras. Apesar do que aprontava, foi ganhando o afeto de seu tutor. O velho homem passou a achar graça de suas diabruras, considerando-as comuns. Dois anos se passam, e então o padrinho resolve sugerir aomenino que deve estudar, para que no futuro seja padre. Ele ensinaria ao afilhado o bê-á-bá até que completasse doze ou treze anos, quando o colocaria na escola. O menino, sentindo que seus dias de travessuras estavam contados, decidiu então extravasar na Via-Sacra daquele momento, sumindo pelos caminhos que ela levava.
4. O compadre pôs-se aflito pós o sumiço do garoto, sem conseguir nenhumainformação em sua busca. Enquanto isso, em outro lugar da cidade, Leonardo-Pataca procurava um feiticeiro para trazer de volta sua nova paixão: uma cigana. Durante uma feitiçaria noturna, ele é preso pelo Major Vidigal, por praticar bruxarias.
5. Descrevendo o Major, ele é um homem temido e influente, apesar da aparência lenta e mole. Ele acaba por ser cruel com os que não trabalham e não tem piedade doscriminosos. O Vidigal observa toda a feitiçaria de Leonardo, e quando ela chega ao fim, açoita todos os presentes, forçando-os a dançar até caírem de cansaço. Leonardo-Pataca é ridicularizado na cadeia.
6. Na rua, Leonardinho vai parar num acampamento cigano. Entre festas e risadas, passa a noite lá. Pela manhã, como se nada tivesse acontecido, pede para ir pra casa. Enquanto o menino volta parao Compadre, a Comadre consegue que um dos guardas pessoais do Rei liberte Leonardo pai.
7. A Comadre, descrita no capítulo, é gorda, baixa, ingênua, tola e fofoqueira. Vive do ofício de parteira e vai à missa para ouvir as novas fofocas. Tem uma filha.
8. Mostra a Comadre buscando o tenente-coronel no Pátio dos Bichos – um soldado velho, de grande título, que serve somente ao rei – para soltarLeonardo-Pataca e esse homem o faz por sentir que tem uma dívida com o mesmo.
9. Narração de como o Compadre conseguiu subir na vida. Quando jovem era adotado e aprendiz de barbeiro. Buscando crescer, vai embora e embarca em um navio negreiro como curandeiro. Quando o capitão do navio falece, pede que o Compadre entregue a sua filha todas suas economias. Inteligente como sempre foi, o padrinhode Leonardinho rouba as economias e monta seu negócio.
10. O tenente-coronel sente-se endividado com Leonardo pai pois o mesmo salvou seu filho de um casamento indesejado, mesmo que inconscientemente. O filho desse homem acabou comprometido com Maria das Hortaliças, que por jogada do tenente, embarcou para o Brasil. Por ser amigo de El-Rei, consegue a liberdade de Leonardo.
11. Leonardinho...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Memorias de um Sargento de Milicias
  • Memorias de um sargento de milicias
  • Memórias de um Sargento de Milícias
  • Memorias de um sargento de milicias
  • Memórias de um sargento de milícias em poesia!
  • Memorias de um sargento de milicias
  • Memorias de um sargento de milicias
  • Memorias de um sargento de milicias

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!